Corinthians deve concluir negócios de Pedrinho e Yony assim que Andrés voltar

Tiago Salazar - São Paulo , SP
04/02/2020 17:39:01 — 04/02/2020 17:59:51

Em: Benfica, Corinthians, Escolha do editor, Futebol, Futebol Internacional, Libertadores, Mercado da bola, Notícias

O Corinthians está muito próximo de concluir as negociações sobre Pedrinho e Yony González, ambos junto ao Benfica. A Gazeta Esportiva apurou que a viagem de Andrés Sanchez ao Paraguai, para acompanhar o time na estreia da Copa Libertadores da América, retardou o fim das tratativas.

Mesmo após chegar da Europa na segunda-feira, o presidente corintiano decidiu acompanhar o grupo nesta terça. A delegação retorna já no início da madrugada de quinta, pouco depois do confronto com o Guaraní, em Assunção.

Yony González tem 25 anos, 1,82m e é conhecido pela velocidade no ataque (Foto: João Paulo Trindade / SL Benfica)

Em solo paulistano, Andrés Sanchez deve se reunir com Will Dantas, empresário de Pedrinho, e também fechar com o atacante colombiano, que já estará por aqui para realizar os exames médicos.

Ainda há pendências sendo discutidas, como metas e participações nos dois casos, mas, segundo as pessoas que estão participando das conversas, são apenas detalhes contratuais, nada com potencial para fazer o negócio andar para trás.

Pedrinho jogará no Benfica a partir de junho. O Corinthians deve receber 20 milhões de euros (R$ 94 milhões) à vista, mais 2,5 milhões de euros (RS 11,7 milhões) se Pedrinho atingir algumas metas pré-estabelecidas.

Pedrinho jogará seu último semestre no Corinthians com a camisa 10 (Foto: ©Rodrigo Gazzanel / Ag. Corinthians)

Do montante à vista, o Corinthians tem direito a 70%, enquanto o restante é de direito do empresário do atleta. A repartição deste dinheiro ainda pode sofrer alteração, dependendo do tipo de acordo que for selado.

Até lá, o jogador de 21 anos, criado nas categorias de base do Timão, vestirá a camisa 10 alvinegra. Por ora, Pedrinho segue com a Seleção Brasileira Sub-23.

Já Yony González ficará por empréstimo até dezembro. O Corinthians não vai precisar pagar pelo negócio, mas terá de arcar com todo o salário do atacante colombiano.

Se ao fim do vínculo Yony fizer 30 partidas pelo Corinthians, o clube do Parque São Jorge será obrigado a comprar o jogador por 3 milhões de euros (R$ 14 milhões), em três parcelas. As partes ainda não definiram se a meta atribuída a Yony que pode forçar a aquisição corintiana será atrelada apenas a atuações como titular ou sobre qualquer participação.

Yony González, pedido de Tiago Nunes e ex-Junior Barranquilla e Fluminense, só poderá ajudar o Corinthians na Copa Libertadores a partir da fase de grupos, diferente de Pedrinho, que foi inscrito também nas fases preliminares.

Os negócios estão muito perto de um desfecho. Quinta-feira, com Andrés Sanchez de volta, tudo deverá se tornar oficial em pouco tempo.

 




  • Gleidson Closterman

    Ué… contratar jogador para a fase de grupos ???
    O SMALL CLUBE DE ITAQUERA vai então contratar o gringo para jogar no Guarany do Paraguai ???
    Vá entender esse chokito…

  • Meu fax, minha vida

    AS IMHUNDAS SEM MUNDIAL, JÁ ESTÃO SE CAGAND0 SÓ DE PENSAR EM JOGAR CONTRA O MAIOR C0MEDOR DE RAB0 SUÍNO. É ESCR0TAS SEM MUNDIAL, O JEITO É TORCER CONTRA MESMO… EU SEI QUE VCS SE C4GAM…

  • Meu fax, minha vida

    COITADAS DAS NANICAS DO LITORAL. SE O TIMÃO NÃO TIRA O PÉ, ERA OUTRA DE 7 KKKKKKK. RIVAL DO S4N7OS É O JABAQUARA. COITADAS DAS PEQUENAS SAUDOSAS E IDOSAS DAS PRAIAS. VIÚVAS DO PELÉ. S4N7OS, NADA PODE SER MENOR KKKKKKKKK

×
Quer receber notícias do Corinthians?