Corinthians avisa que vai se reunir com elenco para negociar cortes nos salários

Tiago Salazar - São Paulo,SP

29-04-2020 15:29:01

O Corinthians deve anunciar na próxima semana corte no salário dos jogadores.

Por meio de nota oficial, o clube informou que aguarda apenas o fim do período de férias do elenco para agendar uma reunião e definir de que maneira o acordo será selado.


Atletas e comissão técnica, em tese, voltariam ao trabalho a partir de sábado, mas já é consenso de que o prazo não poderá ser cumprido devido a manutenção do isolamento social para evitar a propagação do coronavírus.

Conforme antecipado pela Gazeta Esportiva, o clube comunicou seus funcionários nesta quarta-feira sobre um corte de 50% a 70% em salários e benefícios. A medida deve durar, pelo menos, 30 dias.

O presidente Andrés Snachez admitiu na semana passada que a folha da equipe principal é de R$ 12,3 milhões e que não teria condições de honrar com o compromisso devido ao corte na cota da TV e a suspensão de pagamentos de patrocinadores.

“Não estou dizendo que não vou pagar. Mas vou escalonar. Quando voltar futebol, não vai ter receita dobrada. Eu sou franco. Quando tiver receita, vou pagar. Se não tiver receita, vou avisar”, avisou o mandatário, na ocasião.

Leia a nota oficial do Corinthians, na íntegra:

O Sport Club Corinthians Paulista informa que adotou uma série de medidas de redução proporcional de jornada de trabalho e salário com base na Medida Provisória Nº 936, de 1º de abril de 2020.

A iniciativa aplica-se a todos os funcionários do Clube e visa manter o emprego dos colaboradores durante o período de crise ocasionado pela pandemia da Covid-19. O Clube aguarda o retorno dos atletas do período de férias para definir como o elenco profissional do futebol irá contribuir para a mitigação dos efeitos econômicos da crise e o Departamento de Futebol irá se manifestar após reunião com os atletas.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?