Gazeta Esportiva

Corinthians aponta “decisão unilateral” e aciona STJD contra torcida única em Goiânia

São Paulo, SP

06/10/22 | 18:05 - 06/10/22 | 19:05

Nesta quinta-feira, a CBF acatou recomendação do Ministério Público de Goiás (MPGO) e determinou, assim, que o jogo entre Goiás e Corinthians terá torcida única. Os alvinegros, no entanto, protestaram contra a decisão da entidade, afirmando que a mesma ocorreu de maneira unilateral, e entraram na Justiça.

A partida está marcada para o dia 15 de outubro, às 19 horas (de Brasília), no estádio da Serrinha, em Goiânia. Com a definição da CBF, porém, apenas a torcida do Goiás poderá comparecer ao jogo válido pela 32ª rodada do Brasileirão.

Em nota oficial, o Corinthians se manifestou sobre o veredito e afirmou que já levou o caso ao Supremo Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (STJD) para tentar reverter.

"O Sport Club Corinthians Paulista informa que, nesta quinta-feira (6), ajuizou medida perante o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) visando ao afastamento de decisão proferida pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), por meio da qual a entidade, acatando recomendação do Ministério Público do Estado de Goiás, determinou a realização da partida entre Goiás e Corinthians, a ser realizada no dia 15/10, com torcida única - isto é, sem a presença dos torcedores corinthianos", publicou o clube.

"Tendo em vista esta decisão unilateral, e sem ter tido a possibilidade de defender o comparecimento da Fiel Torcida ao referido jogo, o Corinthians, por meio de seu Departamento Jurídico, adotou as medidas cabíveis perante a Justiça Desportiva e agora aguarda a decisão em relação ao pedido de garantia dos direitos de presença de seus torcedores", informou o Corinthians.

Por que torcida única em Goiás x Corinthians?

A recomendação de que apenas torcedores do Goiás possam comparecer ao jogo foi do Ministério Público de Goiás, expedida pelo Grupo de Atuação Especial em Grandes Eventos do Futebol. O objetivo é, segundo o MPGO, "evitar atos de violência entre as torcidas organizadas dos dois times, que possuem histórico de grande rivalidade". 

No dia 19 de junho de 2022, quando as equipes se enfrentaram na Neo Química Arena pelo primeiro turno do Brasileirão, paulistas e goianos se envolveram em conflitos. Na ocasião, a briga ocorreu na Marginal Tietê e, de acordo com o MP, terminou com pessoas feridas e 17 detidas.

Além disso, a recomendação leva em consideração a estrutura do Estádio Hailé Pinheiro (Serrinha). Por não possuir vias de acesso exclusivo e seguro para a torcida visitante, o local da partida é tido como fator agravante para a decisão.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário