Kepa pode ir para a reserva do Chelsea

São Paulo, SP

26-02-2019 15:58:58

Após desrespeitar a decisão do treinador na final da Copa da Liga Inglesa, no último domingo, contra o Manchester City, Kepa já foi punido pelo clube na segunda-feira. Nesta terça-feira, porém, Sarri falou que ele pode perder seu espaço na equipe titular do Chelsea que enfrenta o Tottenham, nesta quarta-feira, no Stanford Bridge, às 17 horas (de Brasília) pela 28ª rodada do Campeonato Inglês.

O Chelsea puniu o goleiro com uma multa de uma semana semana de salário. O dinheiro será doado para uma instituição de caridade. O jogador mostrou estar arrependido e falou sobre o assunto na última segunda-feira.

"Eu pensei muito mais sobre os acontecimentos de ontem (domingo). Embora tenha havido um mal-entendimento, após refletir eu percebi que cometi um erro com a forma como lidei com a situação. Eu queria ter tempo hoje para me desculpar totalmente e pessoalmente com o treinador, com Willy, meus companheiros e o clube. Eu fiz isso e agora quero oferecer minhas desculpas para os torcedores. Eu vou aprender com esse episódio e vou aceitar qualquer punição ou disciplina que o clube decidir que seja apropriado", admitiu o espanhol.

Sarri falou que conversou com Kepa, na segunda, sobre o incidente e que caberia ao clube decidir a punição, mas para ele, o assunto estava encerrado. Porém, nesta terça-feira, o treinador deu entrevista antes da partida contra o Tottenham e falou sobre uma possível punição que ele pode aplicar ao goleiro.

"Eu não sei, eu tenho que decidir. Talvez sim, talvez não. Eu quero mandar uma mensagem para o meu grupo. A mensagem pode ser Kepa de titular ou Kepa de reserva."

Com toda a repercussão do incidente, o bom jogo do Chelsea contra o Manchester City foi deixado de lado. O time sempre defendeu o treinador italiano e sua forma de jogar, mas, após a partida, ficou no ar a suspeita de que Sarri perdeu o comando do grupo.

"Você viu a partida de domingo? Então você tem a resposta. Depois do jogo, acho que é melhor (a confiança do time). Foi uma situação muito incomum. Acho que os jogadores ficaram muito chocados e foi impossível reagir imediatamente. O capitão falou comigo após a partida, depois falou com Kepa. Ontem falamos todos. A situação está muito clara", se defendeu o comandante.

 

Deixe seu comentário