De olho na Premier League, Chelsea monitora Lukaku e quer reforçar meio de campo e defesa

São Paulo, SP

31-05-2021 21:31:01

Thomas Tuchel deseja reforçar o elenco do Chelsea, que venceu a Liga dos Campeões contra o Manchester City. Após conversas com o dono do clube, Roman Abramovich, o técnico alemão pretende contar com três novos jogadores para a próxima temporada, visando o título da Premier League. A informação é do jornal inglês The Guardian.


“Dois ou três [reforços] seria bom, muito bom. Não precisamos de outros sete. Mas temos algumas ideias para tornar o grupo mais forte”, comentou o treinador.

Tendo em vista o desempenho abaixo do esperado de Timo Werner, a contratação de Romelu Lukaku, da Inter de Milão, é o objetivo principal. A diretoria dos Blues vê com bons olhos a compra do atacante, pois a equipe italiana passa por problemas financeiros. No entanto, o Inter, que pagou 74 milhões de euros (cerca de R$ 472 milhões atualmente) ao Manchester United em 2019, não quer perder dinheiro na negociação.

Lukaku, de 28 anos, já defendeu o Chelsea, mas nunca se firmou no clube – disputou 15 jogos e não balançou as redes. Pela Internazionale, jogou 44 partidas na temporada 2020/21: marcou 30 gols e deu dez assistências.

O Chelsea também monitora Harry Kane, mas a negociação é considerada difícil, pois o Tottenham não deseja vender o jogador a um rival direto. Erling Haaland também foi especulado no time londrino, mas o Borussia Dortmund prefere negociar o inglês Jadon Sancho.

Em relação às saídas, o Chelsea pretende vender o zagueiro Fikayo Tomori, que está emprestado ao Milan, o lateral Emerson Palmieri, o volante Ruben Loftus-Cheek, o meia Ross Barkley e o atacante Tammy Abraham. Já o centroavante Olivier Giroud está próximo do Milan.

Caso o zagueiro Kurt Zouma também deixe o Chelsea, a diretoria busca substitutos. Entre os nomes mais cotados estão Niklas Süle, do Bayern de Munique, e Jerome Boateng, que deixará a equipe alemã – e já foi especulado na Roma de José Mourinho.

Por fim, os Blues pretendem contratar um meio-campista. Declan Rice, volante do West Ham e da seleção inglesa, é o principal alvo. No entanto, a equipe não pretende vendê-lo. Caso não seja possível contratá-lo, o Chelsea mira Julian Weigl, do Benfica, Eduardo Camavinga, do Rennes, ou Aurelien Tchouameni, do Mônaco.

Deixe seu comentário