Futebol/Campeonato Brasileiro

Irritado após empate, presidente da Chape promete limpa no clube

São Paulo , SP
13/06/2019 23:26:14

Em: Brasileiro Série A, Chapecoense, Futebol, Notícias

O presidente da Chapecoense Plinio David de Nes Filho não estava nada feliz após o empate da equipe catarinense com o Fluminense por 1 a 1, nesta quinta-feira, em Chapecó, pela última rodada do Campeonato Brasileiro antes da parada para a Copa América.

O mandatário disse que a pausa para o torneio sul-americano será difícil para a equipe que ocupa a 17ª posição na tabela, e prometeu mudanças duras para reverter a situação.

(FOTO: LUCAS MERÇON/FFC)

“Serão 30 dias de dificuldade para todos nós, então o resultado é péssimo. E nós vamos procurar nesses 30 dias fazer algumas coisa que possam que podem melhorar o clube”, disse em entrevista na zona mista. “E vamos tomar as atitudes que precisamos tomar, com muita rigidez, independentemente das consequências que imagino que a gente possa ter com relação ao futuro das questões que nós vamos levantar”, seguiu.

O presidente, porém, deixou claro que a situação não se referia ao atual técnico da Chape, Ney Franco. “Nós vamos tomar atitude para melhorar o trabalho dentro da Chapecoense, que não tem alguma coisa a ver com o nosso técnico e nossa equipe, mas sim com algumas coisas que compõe parte do futebol”, comentou.

Perguntado se a equipe catarinense irá ao mercado na parada do Brasileirão, o presidente foi duro mais uma vez. “Não adianta nós chamarmos jogador aqui para ajudar 11, 12 que são comprometidos com o clube, que as vezes jogam machucados, esses são dignos de uma saudação de toda a direção. Aqueles que se escondem naquilo que não existe e procuram tumultuar ambiente não permanecerão aqui dentro da Chapecoense”, relatou.

“Se tiver necessidade em posições nós vamos buscar, mas primeiro precisamos limpar”, finalizou o mandatário do clube catarinense.