Emerson Cris lamenta perda do amigo Caio Júnior: "Difícil de aceitar"

José Victor Ligero - Porto Feliz,SP

04-01-2017 08:00:24

Técnico do time sub-20 da Chapecoense, Emerson Cris tinha uma relação muito próxima com Caio Júnior, ex-treinador da Chapecoense que morreu aos 51 anos na queda do avião que rumava a Medellín, no dia 29 de novembro de 2016.

As histórias dos dois começaram a se cruzar em 1997, quando Caio era o artilheiro e ídolo do Paraná Clube, ajudando na conquista do inédito pentacampeonato estadual, enquanto Emerson iniciava sua carreira profissional atuando como volante da equipe.

Cinco anos depois, Emerson já estava consolidado no Paraná e era um dos líderes do elenco tricolor durante a campanha contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, foi preciso que Caio Júnior assumisse o comando técnico para salvar o time do descenso.

Em 2016, os dois voltaram a trabalhar juntos na Chapecoense, após a saída de Guto Ferreira no início do Brasileirão. Inclusive, o técnico do sub-20 teria sido um dos que indicaram a contratação de Caio Júnior. Agora, Emerson lamenta a perda do amigo e tenta seguir em frente sem ele.

“É difícil, muito difícil. Por tudo o que houve, pelo acesso que todos nós tínhamos à equipe profissional, pela amizade que tinha com ele”, lamentou, em entrevista à Gazeta Esportiva, realizada após a derrota da Chapecoense para o Nova Iguaçu, pela Copa São Paulo de Futebol Júnior, na última terça-feira.

“Foi uma situação muito difícil de aceitar. Vira e mexe vem à tona toda essa história. A gente tem que ter muita cabeça fria e inteligência para saber aceitar esse tipo de situação e saber lidar com ela”, acrescentou.

Emerson Cris comanda a Chapecoense na edição 2017 da Copinha. Esta é a terceira vez que o clube participa da competição, da qual jamais se classificou para a segunda fase. Com o revés por 2 a 0, os catarinenses amargam a lanterna do Grupo 14, mas buscarão a reabilitação nesta quinta-feira, às 16 horas (de Brasília), diante do Sampaio Corrêa (MA). Nova Iguaçu (RJ) e Desportivo Brasil (SP) lideram a chave. Apenas os dois melhores avançam para o mata-mata.

Deixe seu comentário