Eduardo diz que manter Chape na Série A é "questão de honra"

São Paulo, SP

25-10-2018 19:39:18

Eduardo projetou confronto contra o América-MG (Foto: Sirli Freitas/ACF)

No dia 26 de outubro de 2016, a Chapecoense derrotava o Junior Barranquilla, por 3 a 0, revertia a vantagem dos colombianos e chegava às semifinais da Copa Sul-Americana, onde eliminaria o San Lorenzo. A decisão, porém, não aconteceu, já que a delegação da equipe sofreu o trágico acidente aéreo antes de enfrentar o Atlético Nacional, em Medellín.

Quase dois anos após a tragédia, o Verdão do Oeste vive situação complicada no Campeonato Brasileiro. O time ocupa a 18ª colocação, com 31 pontos, três a menos que o América-MG. Diante desse cenário, o lateral Eduardo acredita que manter o time na elite nacional é uma questão de honra em memória daqueles que faleceram no acidente.

“Enquanto houver forças em mim e nos meus companheiros, a gente vai brigar para que isso não aconteça ( o rebaixamento). A gente quer deixar a Chapecoense na Série A, e isso é uma questão de honra. Uma questão de respeito e de carinho. Respeito a memória daqueles que partiram. Eles nos entregaram o time na Série A e é aqui que temos que deixar ele”, disse.

Veja também: Chape apresenta fundação para ajudar vítimas do acidente da LaMia

O próximo confronto da Chapecoense no Brasileirão é justamente contra o América-MG. Para Eduardo, a inteligência é um fator fundamental para o time superar o rival direto. “Não podemos pensar em outro jogo, a não ser esse. É um divisor de águas. Não podemos pensar nem em empatar esse jogo. Temos que ganhar de qualquer forma. E temos que usar a inteligência, não deixar que o desespero tome conta do nosso desempenho”, declarou.

Chapecoense e América-MG se enfrentam neste sábado, às 19 horas (de Brasília), na Arena Condá, em partida válida pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

Deixe seu comentário