Futebol/Campeonato Catarinense

De olho no título, Chapecoense irá disputar Catarinense “por etapas”

Beatriz Cesarini, especial para a GE.Net - Chapecó , SC -
30/01/2015 00:17:07

Em: Campeonato Catarinense, Campeonatos, Campeonatos Estaduais, Chapecoense, Futebol, Região Sul

Pelo segundo ano consecutivo na Série A do Campeonato Brasileiro, a Chapecoense vem se reforçando para se manter na elite do futebol nacional e para conquistar o quinto título do Campeonato Catarinense. Em entrevista à Gazeta Esportiva.net, o presidente do Verdão do Oeste, Sandro Pallaoro, disse que o objetivo é conseguir levantar a taça, mas, para isso, a equipe terá que jogar a competição regional por etapas.

“A Chapecoense, no Estadual, sempre entra para brigar pelo título. Mas é um dos campeonatos mais difíceis que tem. Disputaremos jogo a jogo. Hoje tem cinco, seis clubes candidatos candidatos à conquista. Temos quatro equipes da Série A e uma da B que são as mais tradicionais do estado e sempre brigam. Estamos tentando encorpar o time para sermos campeões. Mas mesmo assim, tem que ir por etapas”, disse Pallaoro, se referindo a Criciúma, Avaí, Joinville, Figueirense e ao próprio clube.

Campeonato Catarinense é parâmetro para a Série A, diz presidente do JEC

Argel Fucks não acredita em favoritismo do Figueirense no Estadual

Em alta, Geninho sonha grande com o Avaí sem descartar retorno aos grandes

Entenda o regulamento e veja as possíveis zebras do Catarinense 2015

O último título catarinense da Chape foi conquistado em 2011. Na temporada passada, o Verdão do Oeste ficou apenas na quinta posição e teve sua pior atuação na Série A do Estadual desde 2010, quando chegou em nono. Apesar disso, no Brasileirão, o time conquistou seu grande objetivo, que era permanecer na elite.

“No Campeonato Catarinense, eu acho que nós não fomos bem. Tivemos que disputar o hexagonal e ficamos em quinto. Mas no Brasileiro acho que conseguimos um bom resultado, sim. Já que tínhamos o menor orçamento da competição e permanecemos na Série A no primeiro ano que participamos. Conseguimos ir bem, por todas as dificuldades que tivemos. Ficamos em 15º lugar, na frente do Palmeiras, que tem a renda muita maior que a nossa”, comentou o mandatário do Verdão do Oeste.

“A Chapecoense, no Estadual, sempre entra para brigar pelo título”, disse Pallaoro (Foto: Chapecoense) – Credito: Divulgação
Com quatro times catarinenses (Avaí, Chapecoense, Figueirense e Joinville) na Primeira Divisão do Brasileiro, o Estadual chega a ser até uma espécie de aperitivo. De todos os pontos concorridos na competição nacional, as equipes de Santa Catarina disputam 18 deles entre si, o que é praticamente a mesma proporção de combate entre os clubes paulistas (Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Santos e Ponte Preta).

“Tem quatro do nosso estado e, portanto, três grandes adversários. Se você conseguir ficar à frente desses três concorrentes, você só precisa ultrapassar  mais um para permanecer na Série A. É claro que os times, no Estadual, fazem o campeonato com menos reforços, mas o Brasileiro é um parâmetro sim. Isso porque, 40% dos times que disputam o Catarinense estão na Primeira Divisão Nacional”, avaliou Sandro.

Todo o planejamento da Chapecoense está ligado à competição regional e ao Campeonato Brasileiro. E tudo é pensado por etapas. De acordo com Pallaoro, o clube sempre prefere esperar a competição iniciar para depois tomar conhecimento do que é possível concorrer e conquistar.

“Ano a ano a gente quer melhorar. É claro que o primeiro objetivo é permanecer na Série A. Não adianta você projetar uma Sul-Americana ou Libertadores antes de juntar os pontos para permanecer na elite. Temos que pensar igual quando estávamos na Série B. Entramos primeiramente para permanecer, depois vimos que tínhamos condições de conseguir a vaga para ficar entre os melhores”, declarou.

A Chapecoense estreia no Campeonato Catarinense no sábado, 31 de janeiro, contra o Inter de Lages. O confronto será realizado na Arena Condá e tem início previsto para às 19h30 (de Brasília).