Tite esconde lista de 35, mas revela presença de Dedé: "Ele merece"

São Paulo, SP

14-05-2018 14:43:24


Após ler os nomes dos 23 jogadores convocados para defender a Seleção Brasileira na Copa do Mundo da Rússia, o técnico Tite não quis revelar os 12 atletas suplentes inscritos na lista enviada à Fifa nesta segunda-feira, mas abriu uma exceção e fez questão de mandar um recado para o zagueiro cruzeirense Dedé, que ficará como opção caso um dos quatro defensores se lesionar.

“Na lista de 35 tem atletas que nunca foram convocados. Vou falar porque ele merece. Dedé, do Cruzeiro, porque todo o trabalho que tu realizou, de superar lesão, de superar todos os problemas de joelho que passou, de encontrar uma superação e voltar em alto nível”, explicou o treinador, em entrevista coletiva, na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Entre 2015 e 2017, Dedé precisou ser submetido a cirurgias nos dois joelhos. Neste ano, voltou a atuar e soma 14 jogos e dois gols entre Campeonato Mineiro, Brasileiro e Copa Libertadores. Será opção para as vagas de Miranda, Marquinhos, Pedro Geromel e Thiago Silva caso um deles sofrer algum problema e precisar ser cortado.

Logo após a declaração do treinador da Seleção, o zagueiro deu entrevista coletiva na Toca da Raposa II e, emocionado, comentou sobre a presença na lista de suplentes.

"Meu objetivo sempre foi ajudar o Cruzeiro, e assim que eu fui caminhando até chegar a esse momento. Obrigado também a minha esposa por ter sofrido, ter acreditado e ter orado várias madrugadas pela minha recuperação. Meus familiares e amigos que torcem muito por mim, que trazem muita positividade, muitas orações, muita fé. Minha mãe está sempre em oração. Comissão, todos que estão aqui trabalhando comigo, jogadores...Foram muito importantes para este momento de hoje. Um dia muito emocionante para mim. Estou muito feliz...Muito feliz", declarou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Além disso, Dedé relembrou os momentos de dificuldade e de superação que teve após sofrer com as cirurgias. "Hoje eu me vi subindo escada de muleta, hoje eu me vi entrando com dificuldades no carro, hoje eu me vi pedindo ajuda para vir trabalhar...E muitas mensagens negativas que graças a Deus eu tive forças para levar isso para outro lado. Tenho que agradecer muito a Deus, Deus foi muito maravilhoso na minha vida. Que momento na minha vida, que momento", finalizou, em lágrimas.

A Seleção Brasileira iniciará a sua preparação para a estreia na Copa do Mundo com uma semana de treinos em Teresópolis, entre os dias 21 e 27 de maio. De lá, a delegação seguirá para a Inglaterra, onde fará amistoso contra a Croácia em 3 de junho. O último teste antes do Mundial será diante da Áustria, em Viena, no dia 10. No grupo E da principal competição do planeta, o Brasil de Tite enfrentará Suíça, Costa Rica e Sérvia.


Deixe seu comentário