Tite é confirmado como novo técnico da Seleção Brasileira

São Paulo , SP
15/06/2016 17:49:44 — 15/12/2016 17:15:57

Em: Brasil, Corinthians, Futebol
Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Tite tem 55 anos e um título mundial no currículo, conquistado pelo Corinthians (foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Tite é o novo técnico da Seleção Brasileira. O anúncio não foi feito por ele nem pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), mas por Roberto de Andrade, presidente do Corinthians, no CT Joaquim Grava, nesta quarta-feira. O agora ex-comandante corintiano aceitou o convite que recebeu do mandatário Marco Polo Del Nero e será o substituto de Dunga, demitido após a fraca campanha na Copa América Centenário, na qual o Brasil caiu na primeira fase. Juntamente com o treinador, vão à Seleção o auxiliar Cléber Xavier, o dirigente Edu Gaspar e Matheus Bacchi, filho do novo comandante.

O acordo com a CBF determina o fim da terceira passagem de Tite pelo Corinthians. Campeão brasileiro no ano passado, o técnico havia retornado à equipe no final de 2014 e tinha contrato até dezembro de 2017. Ele já havia dirigido o Timão entre 2004 e 2005 e 2010 e 2013 – período em que foi campeão da Copa Libertadores e do Mundial de Clubes da Fifa, entre outras conquistas. Tornou-se o segundo treinador que mais vezes comandou o Timão, atrás apenas de Oswaldo Brandão (435 jogos contra 378).

Tite havia estabelecido algumas condições para assumir a Seleção. A primeira era a recusa em negociar com a CBF caso Dunga ainda estivesse empregado. Após o fracasso na fase de grupos da Copa América Centenário, o ex-capitão da Seleção se reuniu com Del Nero na tarde desta terça-feira e ouviu que os seus serviços não eram mais necessários.

Comandar a Seleção Brasileira era um sonho antigo de Tite. Após deixar o Corinthians em 2013, o treinador tirou um ano sabático e aguardou em vão um chamado da CBF. Ele tinha a esperança de que seria o escolhido pela entidade para substituir Luiz Felipe Scolari após o vexame na Copa do Mundo de 2014 (goleada por 7 a 1 sofrida para a Alemanha na semifinal e derrota por 3 a 0 para a Holanda na disputa do terceiro lugar). Del Nero, contudo, preferiu acertar a volta de Dunga para tentar reestruturar a equipe.

Posteriormente, Tite disse que recusou duas propostas para assumir a equipe. Um primeiro chamado teria ocorrido antes da Copa América de 2015, no Chile. Já o segundo foi feito aproximadamente três semanas após o torneio. Sob o comando de Dunga, o Brasil perdeu nos pênaltis para o Paraguai e acabou eliminado nas quartas de final.

Foi Roberto de Andrade, e não Tite ou a CBF, que anunciou o novo técnico do Brasil (foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)
Foi Roberto de Andrade, e não Tite ou a CBF, que anunciou o novo técnico do Brasil (foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

A missão de Tite será reerguer um time marcado pelo vexame do 7 a 1 e que ainda não recuperou a confiança do torcedor. Com Dunga, a Seleção passou vergonha nas duas últimas edições da Copa América. Nas Eliminatórias à Copa do Mundo da Rússia, o Brasil está com nove pontos – a quatro do líder Uruguai – e ocupa só a sexta colocação, fora da zona de classificação.

Tite também será desafiado a cultivar um bom relacionamento com os dirigentes da CBF. A entidade foi assolada pelas denúncias de corrupção que vieram à tona com o escândalo da Fifa, deflagrado em maio de 2015. O ex-vice-presidente José Maria Marin aguarda julgamento em prisão domiciliar nos Estados Unidos, enquanto o atual Del Nero foi indiciado pelo FBI (polícia federal norte-americana) e não viaja mais para o exterior.

Há seis meses, Tite assinou um manifesto que exigia a renúncia de Del Nero da presidência da CBF. O documento, idealizado pela ONG Atletas Pelo Brasil e pelo Bom Senso FC, contou com o respaldo de 127 personalidades ligadas ao mundo do futebol.

Histórico
Nascido na cidade gaúcha de Caxias do Sul, em 25 de maio de 1961, Adenor Leonardo Bacchi ganhou o apelido de Tite na adolescência. À época conhecido como Ade, ele atuava em um torneio escolar quando Luiz Felipe Scolari, então zagueiro do Caxias, aprovou a atuação do jovem meio-campista e o apresentou à diretoria do seu clube. Felipão, no entanto, se equivocou e disse aos dirigentes que a promessa se chamava Tite – nome de outo atleta que integrava a equipe amadora.

Tite ingressou no Caxias no final da década de 1970. Ele ainda defendeu as cores do Esportivo de Bento Gonçalves, Portuguesa e Guarani antes de encerrar a carreira como jogador prematuramente, aos 28 anos, devido a lesões nos joelhos. Ele passou a exercer o ofício de técnico já em 1990, no Guarany-RS. Mas seu trabalho só chamou a atenção em nível nacional quando foi campeão gaúcho pelo Caxias, em 2000.

O troféu lhe rendeu uma oportunidade no Grêmio, time no qual conquistou o Estadual (2001) e a Copa do Brasil (2001), em cima do Corinthians. A primeira passagem pelo Timão, entre 2004 e 2005, terminou sem que ganhasse um título. Ele ainda acumulou passagens por grandes clubes, como Atlético-MG, Inter e Palmeiras, além de ter dirigido equipes do mundo árabe. Foi campeão só pelo Inter, assegurando os troféus da Copa Sul-Americana (2008), do Gauchão (2009) e da Copa Suruga (2009).

O treinador voltou ao Corinthians em 2010, faltando oito rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro. A segunda passagem pelo clube durou até 2013 e rendeu os títulos do Brasileirão de 2011, da Libertadores e do Mundial de Clubes de 2012, e do Paulistão e da Recopa de 2013. Após um período sem trabalhar, Tite retornou ao Corinthians no final de 2014 e, no ano passado, levou a equipe ao hexacampeonato nacional.

Nessa temporada, Tite viu o Corinthians ser eliminado na semifinal do Paulistão, pelo Grêmio Osasco Audax, e nas oitavas de final da Libertadores, pelo Nacional-URU. Após sofrer pressão por parte da torcida, ele recuperou o prestígio da equipe no Brasileirão e conquistou resultados importantes. Seu último jogo, no entanto, foi uma derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, no domingo, no Palestra Itália. No momento, o Timão está na quarta posição do campeonato, com 13 pontos somados em sete rodadas.




  • Carlos Oliveira

    COITADO DO TITE…..VAI SE ARREPENDER ATÉ O ULTIMO FIO DE CABELO ALÉM DE QUEIMAR A IMAGEM AO SE ASSOCIAR A ESSES METRALHAS DA CBF. UMA PENA.

    • evangelista william sergio

      cALiTO vAi cOmprAr “fOrfE”
      o EmpATiTE vAi LEvAr o BrASiL sEr HExA cAmpEAO

  • Rogerio Vanadia

    kd a moral e ética pregada por ele

    • evangelista william sergio

      vAnAdiA fUTEbOL ALÉm de sEr mUiTO mOnEy qUEm pAgA + LEvA
      e na SELEÇAO ATAO ? vAi gAnhAr + do qUE no TimicO dAs gaYvota

  • Rogerio Vanadia

    tudo falácias. pessoa comum com ética questionável pelo q dizia sobre a CBF.

  • Calçagrande

    Por isto que as vezes temos que dar apoio ao Clube…..TODOS…FALEI TODOS SÃO FARINHA DO MESMO SACO…não dá para acreditar em ninguem, este Tite não era ninguem e se fez no timão, ..agora por grana e vaidade vai para a Seleção e larga o timão na mão….ai quando um clube manda embora um tecnico muitos ficam a falar que não deixam o tecnico trabalhar…MAS COMO SE SÃO ELES OS PRIMEIROS A [email protected] FORA DO PINICO!!!….um bom tecnico seria o DINIZ do AUDAX. este sim dá chance a base…ja sei la vem Luxemburgo ou Mano novamente…..por isto que o futebol no Brasil ACABOU….FALIDO!!!

    • Tivon

      Fica quieto, jogador tem sonho de jogar na seleção e técnico tem seu sonho de comandar.

    • evangelista william sergio

      gaYvota da cArçOLA grAndOnA nAO ChOrE nAO
      qUEm sAbE um diA o EmpATITE “vOrTAr”
      pArA o “SeO” TimicO ETErnO fAz-me-RiR

  • conhecereis a verdade

    O Tite foi muito inteligente, avaliou que agora sem o apoio do esquema curinthians, e a provável prisão de vários criminosos via lava jato, a barca vai adernar…Boa sorte na seleção, vai precisar!! Lembrando o curintiano da paz “O Palmeiras é o primeiro campeão mundial interclubes” reconhecido pela FIFA, cujo tipo de competição não existirá mais neste milênio, ou seja, somente aquele que se iniciou em 2000, via esquema curinthians!! mantenha-se na paz^^ kkkk

  • Gabriel Ardoy

    Equipo de Tite: Diego Alves (o Neto); Dani Alves (o Fágner), Thiago Silva, Marquinhos (o Miranda), Marcelo; Casemiro, Renato Augusto (o Luiz Gustavo), Ganso (o Phillipe Coutinho), Douglas Costa (o Phillipe Coutinho), William y Neymar… Buen equipo, con buen técnico…