Brasil

Olímpico de Goiânia | 20/11/2018

Futebol Internacional/Seleção Brasileira

Seleção sub-20 arranca empate suado e se livra de 1ª derrota em 2018

São Paulo , SP
20/11/2018 22:56:58 — 20/11/2018 23:25:25

Em: Brasil, Futebol, Futebol Internacional
Seleção Brasileira sub-20 teve de suar para arrancar o empate contra a Colômbia (Foto: Cristóvão Matos/CBF)

Se preparando para o Sul-Americano sub-20, que acontecerá no ano que vem, a Seleção Brasileira da categoria evitou o que seria sua primeira derrota em 2018 nesta terça-feira, no Estádio Olímpico de Goiânia, em Goiás. Sob forte chuva, o time comandado pelo técnico Carlos Amadeu saiu na frente, sofreu a virada no segundo tempo, mas conseguiu sair de campo com o empate em 2 a 2 graças ao gol marcado por Matheus Cunha. Lincoln foi quem abriu o placar, enquanto Angulo e Tolosa marcaram os tentos dos visitantes.

O jogo – A primeira grande oportunidade da partida foi da Colômbia. Aos 13 minutos, Halter falhou na defesa, e Goez ficou com a sobra. O jogador colombiano aproveitou para experimentar de fora da área e tirou tinta da trave direita do goleiro Phelipe. Já o Brasil, que aos 28 minutos chegou a reclamar de um suposto pênalti em cima de Lincoln, só foi reagir na segunda metade da etapa inicial.

Aos 31 minutos, Lincoln recebeu cruzamento na medida vindo da direita e dominou a bola já tentando se desvencilhar da marcação. Na sequência da jogada, o atacante do Flamengo ainda chapelou o goleiro antes de completar para o fundo das redes, marcando um bonito gol no Estádio Olímpico de Goiânia.

Quando todos pensavam que o Brasil iria levar a vantagem para o intervalo, Angulo, o melhor jogador colombiano da partida até então, fez questão de jogar um balde de água fria no time canarinho. Aos 43 minutos, ele driblou três marcadores, passou pelo goleiro e já quase sem ângulo bateu para o gol, estufando as redes e deixando tudo igual em Goiânia.

Embalados pelo empate no final do primeiro tempo, os colombianos voltaram a campo para a etapa complementar dispostos a virar o jogo e liquidar a fatura. Assim, não demorou muito para os visitantes chegarem com perigo à meta de Phelipe. Aos 14 minutos, Tolosa saiu na cara do gol, driblou o arqueiro brasileiro, mas viu Halter chegar na hora “h” para fazer o corte. Dois minutos depois foi a vez de Angulo ficar no quase. Tolosa fez o cruzamento rasteiro pela direita, a zaga do Brasil desviou, e o autor do primeiro gol rival ficou com a sobra para bater certeiro, mas ver Phelipe fazer grande defesa, à queima roupa.

De tanto insistir, a Colômbia, enfim, virou a partida aos 18 minutos. Tolosa recebeu pela direita após a zaga permitir que a bola cruzasse toda a área, dominou com liberdade e bateu cruzado. Marcos Bahia ainda tentou interceptar a finalização, mas acabou vendo a bola morrer no fundo das redes.

Sob forte chuva, o Brasil ainda tentou se jogar com tudo para o ataque nos minutos finais. Com algumas mudanças em relação à equipe que iniciou jogando, os donos da casa acabaram retomando o controle da partida e, enfim, chegou ao gol de empate com Matheus Cunha, que subiu mais alto que a defesa adversária após cruzamento de Vitinho e cabeceou firme, estufando as redes em Goiânia e salvando o time canarinho de sofrer sua primeira derrota em 2018.