Paulinho prevê jogo “duríssimo” e pede paciência contra a Suíça

São Paulo , SP
14/06/2018 08:00:02

Em: Brasil, Copa do Mundo, Escolha do editor, Futebol
Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Conhecida por seu sólido sistema defensivo, a Suíça será o primeiro adversário da Seleção Brasileira na Copa do Mundo. Ciente do bloqueio a ser implementado pelos europeus, o volante Paulinho pede paciência para que o time canarinho estreie com vitória no Mundial da Rússia.

“Tive a experiência de enfrentar a Suíça uma vez e imagino que eles vão jogar com uma linha de marcação baixa, bem forte. Sabemos que vai ser uma partida muito difícil, de Copa do Mundo. No futebol de hoje, há uma competitividade muito grande, então precisamos colocar na cabeça que o jogo vai ser duríssimo. Com paciência, vamos conseguir criar chances de gol”, avaliou o meio-campista.

Para ir se acostumando a escolas que privilegiam a defesa, a equipe dirigida por Tite disputou amistosos contra Croácia e Áustria nas últimas semanas. Com vitórias por 2 a 0 e 3 a 0, respectivamente, o Brasil passou no teste e ganhou confiança para o primeiro compromisso na Copa.

“Enfrentamos seleções com linha baixa e cinco atrás. Os dois jogos serviram para observarmos o que vamos encontrar na Copa do Mundo. Alguns times jogam com linha baixa e defendem bem. É difícil de infiltrar, mas, se mantivermos paciência e tranquilidade, vamos conseguir criar oportunidades”, reiterou.

Na última quarta-feira, durante o treino da tarde, Tite fincou balizas estáticas no gramado para simular o posicionamento das linhas de defesa da Suíça. Para superá-las, os auxiliares Matheus Bachi e Cleber Xavier orientaram os atletas nas ações ofensivas.

“Sabemos das dificuldades que vamos enfrentar. No empate contra a Inglaterra (em 2017), tivemos dificuldade de entrar e, depois, nos adaptamos. É difícil? Sim, mas temos capacidade para superar esse tipo de adversidade”, concluiu Paulinho.

Integrantes do Grupo E, Brasil e Suíça se enfrentam no próximo domingo, a partir das 15 horas (de Brasília), em Rostov. Costa Rica e Sérvia completam a chave.

Ads – Rodapé Posts