Marcelo rebate Gilmar Rinaldi e nega falta de iniciativa com Seleção

São Paulo, SP

06-04-2016 11:06:11

Preterido por Dunga na última convocação da Seleção Brasileira, para os jogos contra Uruguai e Paraguai, pelas Eliminatórias, o lateral brasileiro Marcelo não se calou diante das declarações do coordenador de seleções Gilmar Rinaldi na última segunda-feira.

Em participação na Fox Sports, Gilmar Rinaldi comentou que a não convocação do jogador teve por base uma espécie de falta de comprometimento, interpretada pela comissão técnica, com relação à postura de Marcelo. A ausência na lista de convocados gerou um mal entendido ainda não solucionado.

No início de março, Marcelo sofreu uma luxação no ombro e precisou ficar de repouso por cerca de três semanas. No entanto, à época da divulgação da lista para as Eliminatórias, o jogador já estava novamente à disposição de Zidane e em boas condições físicas, fato que chegou a ser desconhecido por Dunga.

Pelo lado do Real Madrid, o treinador garantiu que ninguém da CBF chegou a falar com Marcelo sobre suas condições físicas antes do anúncio da convocação. Rodrigo Lasmar, médico da Seleção, admitiu, dias depois, que Dunga entrou em contato com o jogador por telefone para minimizar a polêmica.

Contudo, Marcelo não aceitou ter seu profissionalismo posto em dúvida por Gilmar Rinaldi.

“Defendo meu clube e também minha Seleção até a morte, mas não sou eu quem decide a convocação. Sigo trabalhando para ajudar o meu País, e é claro que qualquer um que fica de fora se decepciona. Ninguém pode duvidar de minha vontade com a camisa da Seleção”, disparou em coletiva antes do jogo contra o Wolfsburg nesta quarta.

Com a próxima rodada das Eliminatórias para o Mundial de 2018 marcada apenas para setembro, Marcelo vive a expectativa, agora, de aguardar os selecionados para a disputa da Copa América Centenário, nos Estados Unidos. O grupo deve se apresentar a Dunga no final de maio.

Deixe seu comentário