Vôlei/ Mais Esportes

Brasil vence a Holanda, mas tem missão complicada para avançar no Mundial

São Paulo , SP
10/10/2018 09:04:32 — 10/10/2018 12:05:14

Em: Brasil, Mais Esportes, Vôlei
A Seleção Brasileira feminina de Vôlei conseguiu uma importante vitória diante da Holanda (Foto: Reprodução Twitter)

Nesta quarta-feira, a Seleção Brasileira feminina de vôlei teve um difícil compromisso no Mundial, mas com muito esforço, conseguiu mais uma importante vitória na competição. A equipe comandada pelo técnico José Roberto Guimarães derrotou a Holanda, que estava invicta, em 3 sets a 2, parciais 23/25, 25/18, 25/27, 25/19 e 15/7, e continua bem na luta por uma vaga na terceira fase do torneio.

No primeiro set, as brasileiras não jogaram mal, mas pecaram nos momentos decisivos e perderam por 25/21. Em seguida, a equipe nacional manteve o bom ritmo, mas não erraram tanto e garantiram o triunfo na segunda parcial, ao vencer por 25/18.

Já o terceiro set foi o mais equilibrado, sendo decidido nos detalhes e com triunfo das holandesas por 27/25. Só que, após isso, o Brasil cresceu e não deu mais chance para as adversárias, vencendo a quarta parcial por 25/19 e depois dominando o quinto e decisivo set ao ganhar por 15/7.

Com o triunfo, a equipe brasileira chegou a 18 pontos e está na quarta colocação do Grupo E. Mesmo com a boa pontuação, o Brasil não estaria se classificando para a próxima fase do Mundial, já que apenas as três primeiras colocadas de cada grupo irão para a terceira fase.

Por causa de todo esse cenário, a partida diante do Japão, nesta quinta-feira, será decisiva para decidir se o time brasileiro conseguirá a tão esperada vaga. No momento, o Brasil está atrás do Japão por causa do critério de sets (situação que pode mudar caso as japonesas percam para a Sérvia) e precisa vencer o duelo por 3 sets a 0 para conseguir a vaga.

A vitória diante das holandesas dá mais esperança para o Brasil conquistar o tão sonhado título inédito. Nas últimas três edições, as meninas brasileiras fizeram ótimas campanhas, mas ficaram no “quase”: segundo lugar em 2006 e em 2010, e a terceira posição na edição passada, em 2014.