Futebol/Bastidores

Dona Ivone Bacchi, mãe de Tite, morre no interior do Rio Grande do Sul

São Paulo , SP
09/03/2019 17:29:06 — 09/03/2019 18:55:58

Em: Bastidores, Brasil, Notícias
Dona Ivone Bacchi faleceu aos 83 anos (Foto: Reprodução/CBF)

Ivone Mazzochi Bacchi, mãe de Tite, treinador da Seleção Brasileira, faleceu na tarde deste sábado em São Braz, distrito de Caxias do Sul, no interior do Rio Grande do Sul. Aos 83 anos, a senhora morreu de causas naturais em sua residência.

Antes do pontapé inicial do clássico entre Juventude e Caxias, no Estádio Alfredo Jaconi, pela nona rodada do Campeonato Gaúcho, os atletas fizeram um minuto de silêncio. Em duas passagens pelo Falcão Grená (1991-1992 e 1999-2000), Tite conquistou o Estadual de 2000.

Em 2017, quando a Seleção Brasileira derrotou o Equador em Porto Alegre, na Arena do Grêmio, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, dona Ivone recebeu um presente da CBF: um terço nas cores do Brasil. Carismática e bastante emocionada em vídeo divulgado pela entidade à época, a senhora agradeceu a lembrança.

“Meu Deus, obrigado a vocês! Que coisa mais linda. Olha a bandeirinha, que coisa mais linda. Melhor impossível. Poderia ser uma casa, que eu não daria valor assim”, disse a dona Ivone, que completou exaltando o momento do filho no comando da Seleção na oportunidade.

“Ele mereceu, não pelo dinheiro. Mas pela pessoa, de como ele é com o mundo inteiro. Não porque ele é meu filho, mas porque ele é assim com o mundo inteiro”, analisou.

Palmeiras e Corinthians, clube em que Tite fez história ao ser multicampeão, prestaram condolências e desejaram força ao treinador, família e amigos nas redes sociais.

Por meio de um comunicado, a CBF também se solidarizou com amigos e familiares e, em memória de dona Ivone, decretou um luto de três dias.

Confira a nota na íntegra: 

A Confederação Brasileira de Futebol se solidariza com o técnico Tite pelo falecimento de sua mãe, senhora Ivone Bachi, aos 83 anos, neste sábado (09), em Caxias do Sul.

Profundo admirador dos seus pais, da educação e dos valores recebidos, o técnico da Seleção Brasileira sempre reforça publicamente a importância da família para a sua trajetória pessoal e profissional bem sucedidas.

Com Tite, o neto, Matheus Bachi, e toda família, compartilhamos o carinho e a solidariedade dos amigos da CBF, na certeza de que o amor e os bons momentos são eternos.

Em memória de dona Ivone Bachi, a presidência da CBF decretou luto por três dias.