Daniel Alves cutuca Dunga e ‘culpa’ Tite por transformação na Seleção

São Paulo, SP

12-11-2016 08:00:06

Além de seu futebol, Daniel Alves sempre se destacou também por declarações fortes e por ter opiniões bem formuladas. O lateral dificilmente foge das questões em que acaba abordado pelos jornalistas, independente de quem irá agradar ou desagradar ou do momento do time. E depois da contundente vitória da Seleção Brasileira sobre a Argentina, mais uma vez o jogador da Juventus da Itália acabou cutucando Dunga, ex-treinador da Seleção, e enaltecendo o atual comandante, Tite. Tudo surgiu depois de uma simples pergunta: "O que mudou?". A resposta veio de prontidão.

“A experiência do professor, o ano que ele passou se reinventando e a energia que ele tem, que contagia o nossos grupo. O respeito que ele tem com todos, isso faz com que formemos um grupo forte, competitivo, um grupo com uma grande identidade e as pessoas que chegam conectam muito rápido, porque vem e gostam. Era o que a gente queria para a Seleção. Ele te faz crescer. É um lutador e estamos formando um grupo de lutadores. Eu acredito que hoje estamos vivendo um grande momento”, afirmou o experiente atleta.


A mudança no futebol apresentado em campo e nos resultados é evidente. Contra a Argentina, a Seleção Brasileira alcançou a quinta vitória seguida, com 15 gols marcados e apenas um sofrido, todas com Tite à beira do campo. O Brasil é líder das Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018 e segue 100% com seu novo treinador. Nem parece que praticamente com os mesmos jogadores a Seleção foi eliminada pelo Peru na Copa América e era sexta colocada, com risco de ficar de fora do Mundial da Rússia.

“Eu não credito que o Brasil voltou a ser o Brasil. O Brasil sempre foi Brasil, em momentos diferentes, não tão bons, momentos bons. Eu prefiro os bons. é muito legal porque a gente vem aqui, fica contente, não é simplesmente pelo resultado, e sim pela forma como consegue”, ressaltou Daniel Alves, com discurso semelhante ao de Philippe Coutinho.

“Sim, a equipe tem jogado muito bem. Ele (Tite) é um cara que procura bastante isso nos treinamentos e todo mundo está focado a aprender e a melhorar. Cinco jogos com ele e cinco vitórias, mas claro que nosso objetivo maior é a classificação e vamos em busca”, disse o autor do primeiro gol no Mineirão nesta quinta. “É um chute que eu tento sempre em uma posição que eu jogo no clube (Liverpool). Normalmente sobra”, contou o meia que tinha pouco espaço com Dunga.

Deixe seu comentário