Gazeta Esportiva

Comissão da Seleção Brasileira manifesta apoio a Pelé em coletiva: "Saúde"

São Paulo, SP

04/12/22 | 10:53

O técnico da Seleção Brasileira, Tite, aproveitou a coletiva deste domingo, que antecede o duelo das oitavas de final da Copa do Mundo para manifestar mensagem de apoio a recuperação de Pelé, que está internado, se recuperando de uma infecção respiratória. O treinador também relembrou do encontro dos dois em 2018.

"Eu tinha que ter entrado na coletiva falando do Pelé. Vou falar do meu sentimento. Talvez a única pessoa que eu tenha tremido presencialmente para cumprimentar. Estou falando de emoção. Estávamos sentados em 2018, está aí o técnico histórico, tiro foto, e eu não quero nem saber disso. Então, me falaram, vai dar um abraço no Pelé", lembrou.

"Levantei e tremi, cara. Minha mão suou, a pulsação aumentou. Vou ter a oportunidade de cumprimentar a representatividade humana de um cara. Saúde, Pelé. O carinho que posso te dar é transmitido por todos nós, continuou.


Também presente na coletiva da véspera do jogo, o auxiliar César Sampaio pediu orações para o Rei e relembrou seu início de carreira e experiência vivida com o ex-jogador, tricampeão do mundo (1958, 1962 e 1970).

"Eu tive a benção também, posso dizer assim. Fui formado no Santos e tive o direcionamento, algumas vezes, com o Pelé. Na minha primeira convocação para a Seleção tive oportunidade de jogar com ele. E, se dirigir a ele dentro de campo era difícil. Algo que jamais pensei. Pedimos a todos, independente da religião, que a orem por ele", declarou.

O Brasil entra em campo nesta segunda-feira, 5 de dezembro para enfrentar a Coreia do Sul, no Estádio 974, em Doha, pelas oitavas de final do Mundial. A partida acontece às 16 horas (de Brasília). A Seleção avançou em primeiro lugar do grupo G, enquanto a Coreia passou em segundo no grupo H.

Deixe seu comentário