Brasil vence Coreia do Sul e finda jejum no último amistoso do ano

São Paulo , SP
19/11/2019 12:22:02 — 19/11/2019 14:38:12

Em: Brasil, Coreia do Sul, Futebol

A Seleção Brasileira encerrou o jejum de cinco jogos consecutivos sem vitórias na manhã desta terça-feira. Diante de um público minúsculo no Mohammed Bin Zayed Stadium, o time comandado por Tite ganhou da Coreia do Sul por 3 a 0, resultado que alivia a pressão sobre o treinador.

No primeiro tempo, Lucas Paquetá abriu o placar de cabeça e Philippe Coutinho ampliou em cobrança de falta. Na etapa complementar, a Seleção Brasileira fechou o marcador com um golaço marcado por Danilo após passe do inspirado Renan Lodi.

O triunfo, alcançado no último amistoso do ano, foi o primeiro do Brasil desde a final da Copa América. Nos cinco jogos anteriores, a Seleção viveu jejum contra Colômbia (2 x 2), Peru (0 x 1), Senegal (1 x 1), Nigéria (1 x 1) e Argentina (0 x 1). A equipe de Tite volta a se reunir apenas em março de 2020 para disputar as Eliminatórias.

O Jogo – A Seleção Brasileira conseguiu inaugurar o marcador logo aos 8 minutos do primeiro tempo. Em jogada pelo lado esquerdo, Renan Lodi recebeu de Philippe Coutinho e cruzou. A bola desviou na marcação e ficou na medida para cabeçada certeira de Lucas Paquetá.

O time canarinho aumentou sua vantagem aos 35 minutos da etapa inicial, quando Fabinho sofreu falta na entrada da área. Na cobrança, Philippe Coutinho bateu colocado e viu a bola morrer nas redes, encerrando um jejum de cinco anos da Seleção Brasileira no quesito.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

A Coreia do Sul teve em Son seu principal jogador e criou a melhor chance nos minutos finais. Em cobrança de falta, Jung bateu direto e a bola passou pela barreira. Alison espalmou e Philippe Coutinho, na tentativa de ceder escanteio, chutou na trave.

Com trocas de passes envolventes no campo de ataque, o Brasil chegou ao terceiro aos 14 minutos da etapa complementar. Renan Lodi recebeu de Richarlison pela esquerda e deu belo cruzamento rasteiro. Do outro lado, Danilo completou com força para marcar um golaço.

O Brasil manteve o domínio da partida e o goleiro Alisson não correu grandes riscos no campo de defesa. Com vantagem significativa no marcador, a Seleção trocou muitos passes e não precisou investir na criação de novas oportunidades de gol.

O técnico Tite mexeu durante o segundo tempo e promoveu, inclusive, as entradas de Douglas Luiz e Emerson. Na última boa chegada do Brasil, Richarlison recebeu de Firmino pela esquerda e, na cara do gol, chutou para fora ao tentar toque por cobertura.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 3 x 0 COREIA DO SUL

Local: Estádio Mohammed Bin Zayed, em Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos)
Data: 19 de novembro de 2019 (terça-feira)
Horário: 10h30 (de Brasília)
Árbitro: Ammar Al Jeneibi (EAU)
Assistentes: Ahmed Al Rashidi (EAU) e Jassem Abdulla Al Ali (EAU)
Cartões amarelos: Hwang Hee-Chan (COR)
Gols:
BRASIL: Lucas Paquetá (8 minutos do primeiro tempo), Philippe Coutinho (35 minutos do primeiro tempo), Danilo (14 minutos do segundo tempo)

COREIA DO SUL: Jo Hyeon-Woo; Kim Moon-Hwan, Kim Min-Jae, Kim Young-Gwon e Kim Jin-Su; Jung Woo-Young, Ju Se-Jong e Lee Jae-Sung (Kwon Chang-Hoon); Hwang Hee-Chan (Na Sang-Ho), Son Heung-Min e Hwang Ui-Jo
Técnico: Paulo Bento

Brasil: Alisson; Danilo, Marquinhos, Éder Militão e Renan Lodi (Emerson); Arthur (Douglas Luiz), Fabinho, Philippe Coutinho e Lucas Paquetá (Roberto Firmino); Richarlison e Gabriel Jesus (Rodrygo)
Técnico: Tite

 




  • Wagner

    Pronto…agora os modinhas vao falar que eh uma baita seleção e o Tite eh fantástico

  • hemmersson jose banzato

    IMPRENSA HIPÓCRITA QUER DERRUBAR O TITE. DERRUBOU ABEL BRAGA NO FLAMENGO, CUCA NO SÃO PAULO, FELIPÃO NO PALMEIRAS, CARILLE NO CORINTHIANS, MANO NO CRUZEIRO, AGORA O TITE NA SELEÇÃO. ACORDA POVO, QUEM JOGA SÃO OS JOGADORES!!

  • Chico Guru

    Bater na Coreia é como bater em cego a traição

  • Paulo Sergio Gomes

    Mal negócio para nós: ganhando de um bêbado agora vão botar nas nuvens outra vez o inoperante, incapacitado e péssimo Tite. Preparem-se para mais decepcões a futuro.