Auxiliar de Tite na Copa, Sampaio defende técnico brasileiro na Seleção: “Diniz ou Dorival” - Gazeta Esportiva
Auxiliar de Tite na Copa, Sampaio defende técnico brasileiro na Seleção: “Diniz ou Dorival”

Auxiliar de Tite na Copa, Sampaio defende técnico brasileiro na Seleção: “Diniz ou Dorival”

Gazeta Esportiva

Por Rodrigo Matuck

19/06/2023 às 00:02 • Atualizado: 19/06/2023 às 00:04

São Paulo, SP

O ex-volante César Sampaio, auxiliar de Tite durante a última Copa do Mundo, deseja ver um treinador brasileiro no comando da Seleção. Desde a queda diante da Croácia nas quartas de final do torneio disputado no Catar, o comando do time canarinho está vago.

Em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva, Sampaio justificou a sua opinião. Na visão do ex-jogador, que foi um dos convidados da edição deste domingo do programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, a identificação com o país pesa muito.

“Eu escolheria um brasileiro, pela representatividade, a identidade de um país. Morei seis anos no Japão, considero minha segunda pátria, mas jamais conseguiria trazer um japonês para a Seleção, por exemplo. Só por essa questão mesmo que eu escolheria um brasileiro”, contou.



César Sampaio ainda apontou Dorival Júnior, que atualmente está no São Paulo, e Fernando Diniz, do Fluminense, como nomes ideais.

“Dorival e Diniz (técnicos preferidos). O Diniz já colhendo frutos, mas prejudicado pelo calendário e com infelicidades de algumas lesões. O Dorival ainda estruturando o trabalho, mas vive um bom momento”, opinou.

No momento, porém, o nome favorito de Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF, para suceder Tite no comando da Seleção Brasileira é o italiano Carlo Ancelotti. O dirigente estaria disposto, inclusive, a esperar o fim do contrato do treinador com Real Madrid, válido até junho de 2024.

"Hoje não estou mais lá, mas parece que o Ramon Menezes fica até terminar o vínculo do Ancelotti com o Real Madrid. O Ancelotti é um cidadão do mundo, tem conquistas em todos os lugares e é um cara indicado por jogadores do Real Madrid", comentou Sampaio.




Um dos maiores ídolos da história do Palmeiras, César Sampaio teve passagem pela Seleção Brasileira como atleta. Ganhador da Copa América e da Copa das Confederações em 1997, ele foi titular na campanha que culminou com o vice no Mundial da França 1998.

Enquanto a CBF trabalha para definir o próximo técnico do Brasil, Ramon Menezes, responsável pela equipe sub-20, vem dirigindo o time principal. Às 16 horas (de Brasília) desta terça-feira, ainda sob o comando do interino, a Seleção faz amistoso contra Senegal, no Estádio José Alvalade.

Conteúdo Patrocinado