Jefferson nega ter cometido pênalti que decidiu jogo contra o Ceará

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

21-10-2015 00:03:38

No lance que decidiu o jogo, o goleiro Jefferson se chocou com o atacante Alex Amado e o árbitro marcou pênalti. Na saída de campo, o goleiro da Seleção Brasileira negou ter cometido a falta. O arqueiro disse que tirou a mão para evitar tocar no atacante, mas que Alex Amado caiu e o árbitro acabou marcando a infração.

"Ele foi para cavar o pênalti e o juiz foi na dele", protestou Jefferson, falando ao Sportv.

Já o meia Daniel Carvalho preferiu não colocar no árbitro a culpa pela derrota do Botafogo. O experiente meia reconheceu que a equipe atuou muito mal e não merecia melhor sorte. Para Daniel, se o time tivesse repetido a pegada do jogo anterior, quando goleou o Bragantino, teria alcançado um resultado positivo.

Na entrevista coletiva, o técnico Ricardo Gomes reconheceu que sua equipe disputou uma das suas piores partidas na competição. Ele disse que o time carioca foi facilmente marcado no primeiro tempo, mas que a subida de produção na etapa final não foi suficiente para a equipe mostrar um bom futebol.

"Não sei se merecíamos perder, mas sei que não merecíamos ter ganho", sentenciou.

Para o treinador botafoguense, algumas vezes uma equipe precisa usar a raça quando a técnica não está funcionando, mas explicou que o Botafogo desta noite não soube usar nenhuma das duas qualidades.

Para o jogo diante do Náutico, na Arena Pernambuco, Ricardo Gomes não poderá contar com o atacante Neilton, advertido com o terceiro cartão amarelo. O treinador deve escolher o substituto entre Sassá e Ronaldo.

Navarro quase certo - Nesta terça-feira, a diretoria do Botafogo se reuniu com o advogado Geraldo Cano, procurador do atacante Navarro para discutir a renovação do contrato do atacante uruguaio. De acordo com o empresário a conversa foi positiva e o fato de o jogador querer continuar em General Severiano pode facilitar o acordo entre as duas partes.

Deixe seu comentário