Dirigentes do Botafogo aumentam o coro contra arbitragem brasileira

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

20-06-2022 12:37:47

O Botafogo venceu o Internacional no Beira-Rio, pelo Campeonato Brasileiro. Mesmo com um jogador a menos, os alvinegros se superaram para virar um placar de 2 a 0 sobre os gaúchos.

A partida foi recheada de polêmica, a começar pelo pênalti marcado para o Inter, no início do jogo. O lance resultou nas expulsões de Philipe Sampaio e do técnico Luís Castro.


Após o lance, o americano John Textor foi às redes sociais para protestar contra a arbitragem.

"Vergonhoso… Temos que limpar o futebol brasileiro. Savio Pereira Sampaio, você deveria se demitir pelo bem do nosso jogo", escreveu.

O perfil oficial do Botafogo também se pronunciou.

"Inacreditável, vergonhosa e absurda a atuação da arbitragem no Beira-Rio. Tornou a competitividade do jogo desleal com apenas 3 minutos. Pior: com auxílio de imagens. Isto não é futebol. É escandaloso e caso de investigação”, escreveu o Botafogo. Apenas não deixamos o campo pois o Botafogo respeita as regras do jogo. Exigimos, no entanto, o mesmo respeito de quem diz zelar pelas regras. Temos um time honrado que, apesar de tudo, foi valente e buscou o resultado”, publicou.

Após a partida, o diretor-executivo André Mazzuco falou com a imprensa e criticou a atuação da arbitragem.

"Em primeiro lugar gostaria de enaltecer em nome do Botafogo o grande jogo de hoje, comprometimento, entrega, isso é motivo de orgulho para cada botafoguense. Um jogo que talvez tenha acontecido uma das coisas mais lamentáveis que já passamos, uma arbitragem despreparada, iam acabar com o jogo em três minutos, em um despreparo total de conduta, técnico, isso não pode acontecer e a gente espera que não se repita nem com o Botafogo, nem com outro clube, porque a gente investe muito e o futebol precisa de profissionais preparados. Botafogo vai tomar as medidas cabíveis junto à CBF e a comissão de arbitragem. O que aconteceu aqui foi uma vergonha", disse o diretor.

Mazzuco se desculpou pela conduta dos jogadores do Botafogo na confusão após o apito final.

"Independentemente de quem fez, ou quem deixou de fazer, o jogo teve consequências no final de uma falta absurda de controle e que levou à outras cenas lamentáveis. Também nos desculpamos pelo espetáculo acabar dessa forma. E acho que todas as pessoas têm de refletir sobre a conduta que pode acabar nesse tipo de comportamento. Lamentamos profundamente esse despreparo que foi a arbitragem", declarou.

O árbitro Sávio Pereira Sampaio expulsou o meia Lucas Piazón após a confusão. O jogador será mais um desfalque para o clássico contra o Fluminense, no Nilton Santos.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário