Botafogo estuda reintegrar Henrique Almeida

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

14-12-2015 17:43:07

Contratado com status de titular pelo Botafogo, o atacante Henrique Almeida nunca conseguiu se firmar com a camisa do time. Ganhou oportunidades com Oswaldo de Oliveira, com Eduardo Húngaro e até mesmo com René Simões, porém, parecia não contar com a simpatia de nenhum deles. Acabou emprestado ao Coritiba para a disputa do Campeonato Brasileiro deste ano e por lá emplacou, sendo decisivo na campanha que impediu o rebaixamento do time paranaense. Agora, a diretoria do Botafogo estuda a reintegração do atleta ao elenco, principalmente porque não existem propostas concretas.

O Coritiba procurou o Botafogo com o objetivo de prorrogar o empréstimo, hipótese que foi rebatida pelos botafoguenses, que agora trabalham apenas com duas possibilidades: uma transação em definitivo ou a reintegração do jogador.

Henrique Almeida estaria nos planos de Atlético-MG e Internacional, porém, nenhum desses clubes formalizou proposta ao Glorioso. O seu empresário fala em interesses do futebol asiático, mas que também não passam de especulações.

Com a indefinição sobre o futuro de Henrique Almeida, o clube ainda não formalizou a renovação de contrato do também centroavante Ronaldo, que tem os direitos federativos ligados ao Yokohama, do Japão. Os japoneses aceitaram a prorrogação do empréstimo e o atleta acertou as bases salariais com o clube carioca, mas ele só permanecerá no Glorioso se o ex-atacante do Coritiba não for reintegrado ao plantel. Além dos dois, o Botafogo conta para o setor com jovens revelados na base, como Luis Henrique, Vinícius Tanque e Sassá. O uruguaio Álvaro Navarro não chegou a um acordo para renovar contrato.

A ideia da diretoria do Botafogo é ter o elenco fechado até o dia 02 de janeiro, quando está marcada a reapresentação do plantel. A equipe treinará em Vitória, capital do Espírito Santo, durante a pré-temporada. Alguns amistosos, inclusive, já estão acertados para o período. O primeiro compromisso oficial em 2016 será a estreia no Campeonato Carioca, contra o Bangu, no último fim de semana de janeiro, em local a ser definido.

Fora de campo, a diretoria confirmou General Severiano como sede para os treinos do elenco profissional em 2016. A ideia de levar o futebol para a sede, que era promessa do presidente Carlos Eduardo Pereira, foi agilizada porque o clube vai ter que entregar o Estádio Nilton Santos para a disputa dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O estádio ainda vai precisar de algumas obras antes do evento.

Deixe seu comentário