Bangu provoca Botafogo e Paulo Autuori

São Paulo, SP

01-07-2020 17:30:47

As recentes declarações do técnico Paulo Autuori, do Botafogo, incomodaram e muito o Bangu. Segundo o clube, o treinador teria feito acusações sem fundamento sobre como o clube paga suas contas, em entrevista ao Sportv. Em nota oficial, o time diz que as falas do comandante alvinegro foiram infundadas, irresponsáveis, levianas e distantes da verdade. E no final, provocou tanto o Fogão quanto o Autuori.

A nota esclarece que o que foi dito não condiz com a realidade, rebatendo as críticas do treinador. Mas no final, o Bangu provocou o Botafogo, dizendo que "torce" pelo sucesso da agremiação, desejando que consiga um resultado melhor que a 15ª colocação (posição em que o clube terminou o Brasileiro de 2019) e ironiza os últimos anos de Autuori, fazendo menção às demissões do técnico nas temporadas.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Foi com surpresa que o Bangu Atlético Clube recebeu as declarações infundadas, irresponsáveis, levianas e distantes da verdade, de um empregado do Botafogo FR, Sr. Paulo Autuori, proferidas em determinado programa de televisão sobre a existência de colaboração financeira do ex-presidente Rubens Lopes na atual gestão do Bangu AC, fato imaginado talvez sob o efeito de algum alucinógeno ou clara má intenção. . Tais comentários, tecidos sem nenhum conhecimento sobre nossas finanças e sobre nossa capacidade de lidar com crises nos ofende, pois o esforço e comprometimento aplicado para manter a segurança e a saúde de nossos atletas e colaboradores vieram de recursos próprios e de gestão independente, em um clube onde a gestão é exercida, de direito e de fato pelo seu presidente. . Para seu conhecimento, nesta crise, redesenhamos nossas propostas e fizemos uma reengenharia para suportar esse momento, dentre elas a oportunidade de manter nossos atletas concentrados e nos adequarmos às medidas sanitárias fundamentais para fazermos nossa parte para superar as dificuldades, em função da Covid-19, sem deixar de honrar nenhum dos compromissos assumidos, o que talvez não se possa afirmar acontecer o mesmo com o clube do qual o senhor faz parte, elevado à categoria de detrator e porta voz-mor, sob os auspícios contemplativos e permitidos por quem não deveria fazê-lo, em atitude injustificável e inexplicável. . Temos orgulho por ter feito algo importante para a sociedade neste momento tão delicado, como a aplicação de testes de coronavírus, investigações sorológicas periódicas e controle de todo o grupo de trabalho. . Desejamos sucesso ao Botafogo com seus projetos para que em 2020, sob o seu comando e eficiente trabalho demonstrado e concluído nos últimos anos em outros clubes, consiga conquistar posições melhores do que um 15º lugar no Campeonato Brasileiro e quiçá o título que há um quarto de século não sabe o que seja. . A diretoria

Uma publicação compartilhada por Bangu Atlético Clube (@banguoficial) em

"Desejamos sucesso ao Botafogo com seus projetos para que em 2020, sob o seu comando e eficiente trabalho demonstrado e concluído nos últimos anos em outros clubes, consiga conquistar posições melhores do que um 15º lugar no Campeonato Brasileiro e quiçá o título que há um quarto de século não sabe o que seja".

Confira a nota do Bangu na íntegra:

Foi com surpresa que o Bangu Atlético Clube recebeu as declarações infundadas, irresponsáveis, levianas e distantes da verdade, de um empregado do Botafogo FR, Sr. Paulo Autuori, proferidas em determinado programa de televisão sobre a existência de colaboração financeira do ex-presidente Rubens Lopes na atual gestão do Bangu AC, fato imaginado talvez sob o efeito de algum alucinógeno ou clara má intenção.

Tais comentários, tecidos sem nenhum conhecimento sobre nossas finanças e sobre nossa capacidade de lidar com crises nos ofende, pois o esforço e comprometimento aplicado para manter a segurança e a saúde de nossos atletas e colaboradores vieram de recursos próprios e de gestão independente, em um clube onde a gestão é exercida, de direito e de fato pelo seu presidente.

Para seu conhecimento, nesta crise, redesenhamos nossas propostas e fizemos uma reengenharia para suportar esse momento, dentre elas a oportunidade de manter nossos atletas concentrados e nos adequarmos às medidas sanitárias fundamentais para fazermos nossa parte para superar as dificuldades, em função da Covid-19, sem deixar de honrar nenhum dos compromissos assumidos, o que talvez não se possa afirmar acontecer o mesmo com o clube do qual o senhor faz parte, elevado à categoria de detrator e porta voz-mor, sob os auspícios contemplativos e permitidos por quem não deveria fazê-lo, em atitude injustificável e inexplicável.

Temos orgulho por ter feito algo importante para a sociedade neste momento tão delicado, como a aplicação de testes de coronavírus, investigações sorológicas periódicas e controle de todo o grupo de trabalho.

Desejamos sucesso ao Botafogo com seus projetos para que em 2020, sob o seu comando e eficiente trabalho demonstrado e concluído nos últimos anos em outros clubes, consiga conquistar posições melhores do que um 15º lugar no Campeonato Brasileiro e quiçá o título que há um quarto de século não sabe o que seja.

A diretoria

Deixe seu comentário