Messi e sua fundação são acusados de fraude e lavagem de dinheiro

São Paulo, SP

06-06-2019 09:01:25

O atacante Lionel Messi foi acusado, juntamente de seu pai, Jorge Messi, e sua fundação, por supostos delitos contra as finanças públicas, fraude e lavagem de dinheiro, na Espanha. A denúncia foi feita por meio de um ex-funcionário da instituição, segundo a AFP, que teve acesso ao documento com a denúncia.

O ex-funcionário é argentino, morta na ilha da Mallorca, se chama Federico Rettori e já havia feito uma denúncia parecida na Argentina no ano passado. No momento, uma investigação preliminar já está ocorrendo por uma suposta evasão fiscal agravada e possível desvio de dinheiro para paraísos fiscais. Nem Messi e nem seu pai estão sendo acusados no momento.

Conforme a AFP, o documento aponta que os fundos recebidos deveriam ser originalmente destinados a ações sociais, mas foram desviados. Ainda, diz que, desde que a Fundação Leo Messi Argentina foi criada, em 2009, durante nove anos "não foram apresentados relatórios e balanços", à Inspeção Geral de Pessoas Jurídicas (IGPJ).

Podcast

Em 2016, Messi foi condenado por fraude fiscal na Espanha, com a aplicação de uma multa de 2 milhões de euros e uma pena de 21 meses de prisão, que depois se transformou em uma sanção suplementar de 252.000 euros.

Deixe seu comentário