Com lesão na coxa, Bravo deve perder clássico e estreia na Champions

São Paulo, SP

08-09-2015 09:10:20

Na semana que antecede o clássico contra o Atlético de Madri, que será disputado no sábado, no Vicente Calderón, o Barcelona fez ciência de uma baixa que pode complicar, em parte, o planejamento do início da temporada. O goleiro Claudio Bravo teve lesão muscular na panturrilha direita detectada após exame de imagem e deve ficar fora dos treinos por até duas semanas.

O prazo de recuperação de, ao menos, 15 dias, já tira o chileno do jogo contra o Atlético de Madri e coloca uma incógnita sobre sua participação no duelo contra a Roma, o primeiro pela fase de grupos da Liga dos Campeões. No entanto, se seguir o rodízio de goleiros adotado na última temporada, Luis Enrique só precisará mudar de planos para o jogo em Madri, já que o alemão Ter Stegen é quem disputa a Champions.

Mesmo se acelerar os processos de recuperação, dificilmente a comissão médica azul e grená conseguirá recuperar Bravo antes do prazo de duas semanas. Assim, além dos confrontos já mencionados, o campeão da Copa América pelo Chile vai perder também os duelos contra Celta de Vigo e Levante. Para o duelo contra a Seleção Brasileira, pela primeira rodada das Eliminatórias sul-americanas, dia 8 de outubro, a presença do goleiro ainda não é confirmado.

Desta forma, o retorno do camisa 13 deve acontecer apenas no fim do mês, na sexta rodada, contra o Las Palmas, dia 26 de setembro. A projeção do retorno fica ainda mais concreta se levarmos em conta que, três dias depois, o Barça enfrenta o Bayer Leverkusen pela segunda rodada da Champions, em jogo que Ter Stegen deve ser utilizado como primeira opção.

Para os jogos do Espanhol em que não poderá contar com Bravo, Luis Enrique pode escolher entre o goleiro alemão ou o jovem Masip, promovido das categorias de base do clube. Aos 26 anos, o espanhol acumulou apenas uma aparição na última temporada – sua primeira com o elenco profissional.

Daniel Alves e Douglas são baixas; Piqué segue como dúvida

Além de Bravo, que teve lesão confirmada nesta terça, os laterais brasileiros Daniel Alves e Douglas, ainda se recuperando de problemas musculares, estão inaptos para enfrentar o Atlético de Madri, neste sábado. Já Piqué, suspenso por quatro jogos por protestar ostensivamente contra a arbitragem, ainda é dúvida.

O clube catalão promete entrar com uma medida cautelar favorável a Piqué ainda nesta terça para tentar a liberação do zagueiro, o que promoveria sua volta já na partida do Vicente Calderón. No entanto, ainda não há garantias sobre a presença do defensor na partida.

Deixe seu comentário