Futebol/Barcelona

Após 21 meses preso, ex-presidente do Barcelona é absolvido

São Paulo , SP
24/04/2019 10:34:48 — 24/04/2019 10:35:27

Em: Barcelona, Bastidores, Futebol, Futebol Internacional
Tribunal entendeu que não foi possível comprovar a acusação (Foto: Pierre-Philippe Marcou/AFP)

Após permanecer 21 meses em prisão preventiva, Sandro Rosell, ex-presidente do Barcelona, foi absolvido nesta quarta-feira em um caso de lavagem de dinheiro.

Rosell foi acusado de lavar cerca de 20 milhões de euros (R$88 milhões, na cotação atual), em um caso que envolvia direitos televisivos de 24 jogos da Seleção Brasileira e um contrato com a Nike, fornecedora de material esportivo da Confederação Brasileira de Futebol. Ricardo Teixeira, ex-presidente da CBF, também é envolvido no caso.

A Audiência Nacional Espanhola, que tem sede em Madri, acabou absolvendo Rosell e outros cinco acusados de lavagem de dinheiro. De acordo com o tribunal, não foi possível comprovar as acusações.