Avaí empata com o Cruzeiro e ainda sonha na Série A

15/11/2017 21:29:03 — 15/11/2017 21:34:42

Em: Avaí, Bastidores, Brasileiro Série A, Campeonatos, Cruzeiro
Thiago Neves marcou o primeiro gol do Cruzeiro na noite desta quarta-feira(Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

O ano do Cruzeiro está definido, o time ganhou a Copa do Brasil, luta na parte superior do Campeonato Brasileiro e já faz os testes para a temporada 2018. Já o Avaí ainda sonha dentro do torneio nacional. E com a expectativa de permanecer na Série A, o clube catarinense arrancou um bom empate, por 2 a 2, no Mineirão, em duelo válido pela 35ª rodada.

O resultado deixa o Avaí com 36 pontos, a três de escapar da zona de rebaixamento e com o sonho vivo de se manter na série A. Já o Cruzeiro que não tem mais nada a perder, embora tenha objetivo de ficar entre os primeiros e garantir alguma premiação, segue na 5ª colocação, com 55 pontos.

O Avaí lutou bastante pelo resultado. A equipe se fechou durante boa parte do duelo e abriu o placar em um único ataque, quando conseguiu um pênalti a seu favor. O Cruzeiro foi soberano durante todo o jogo e conseguiu reverter a situação, após bastante intensidade em campo. Mas no finalzinho, já nos acréscimos, o clube visitante conseguiu o empate, com gol de cabeça de Júnior Dutra.

O Cruzeiro volta a campo no domingo, contra o Vitória, no Barradão, às 17h (de Brasília). O Avaí recebe o Palmeiras, na segunda-feira, na Ressacada, às 20h.

Primeiro tempo

Com o ano já definido, o Cruzeiro entrou em campo fazendo testes e com a tranquilidade de não precisar lutar por nenhum resultado. O time de Mano Menezes, porém, até por ter mais força técnica em campo, conseguia impor em atitudes no gramado.

O Avaí chegou em Belo Horizonte disposto a dificultar a vida do Cruzeiro. A equipe se colocava em campo com duas linhas de quatro jogadores quando a Raposa trocava passes pelo meio campo e, quando avançava, a equipe catarinense se defendia com a primeira linha de cinco atletas.

Com isso, o Cruzeiro sobrava no ataque. Até os 15 minutos, somente o time da casa chegava ao ataque. As jogadas geralmente eram articuladas por Robinho, que abria espaços para as chegadas dos laterais. A melhor delas nos primeiros minutos de jogo com Diogo Barbosa, que fez ótimo cruzamento para a chegada de Thiago Neves no segundo pau.

Em um dos poucos lances que o Avaí se arriscou conseguiu complicar a vida celeste. Em jogada trabalhada pelo lateral Maicon, Rômulo recebeu a bola na frente e levou a carga. No pênalti, o goleiro Fábio ainda tocou na bola batida por Júnior Dutra, mas a redonda parou no fundo das redes.

Após o tento, o Cruzeiro seguiu martelando. A Raposa tinha mais intensidade e capacidade para chegar a frente, mas não conseguiu fazer um gol. Vale destacar o lance de Thiago Neves, aos 30 minutos, com um bom chute rasteiro da entrada da área e a boa defesa do goleiro adversário.

Segundo tempo

Com o placar contrário, o Cruzeiro voltou para o segundo tempo com a mesma intensidade que na etapa inicial.

Não demorou para a equipe celeste conseguir seu gol. Em jogada pela esquerda, Thiago Neves dominou a bola na área e mandou para o fundo das redes.

Mesmo após o empate, o Avaí seguia se segurando em campo. O técnico Mano Menezes, por sua vez, continuou insistindo em busca da vitória. O treinador fez alterações, tirou o atacante Jonata, que não fazia uma boa partida, e colocou Elber para dar mais velocidade. Na esquerda, Bryan teve oportunidade para mostrar trabalho.

Com isso, a Raposa partiu para o ataque. Em um vacilo da saída de bola da defesa do Avaí, Robinho roubou a bola e entrou na área. A saída atrapalhada do goleiro Douglas terminou em pênalti.

Na cobrança, um dos momentos emocionantes da noite. O jovem Judivan, após dois anos e meio afastado se tratando de uma grave lesão, foi para cobrança e marcou. A virada celeste levou todos os jogadores, médicos e o técnico Mano Menezes ao gramado para comemorar com o atleta.

Após o tento, o Avaí foi para o jogo. E conseguiu se sair bem. Já nos acréscimos, Júnior Dutra recebeu na área e conseguiu empatar a partida com um belo gol de cabeça.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 2 X 2 AVAÍ

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 15 de novembro de 2017 (quarta-feira)
Horário: 19h30(de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: José Eduardo Calza (RS) e Maurício Coelho Silva Penna (RS)

Gols: Júnior Dutra, aos 20 minutos do primeiro tempo e aos 47 do segundo tempo (Avaí); Thiago Neves, aos 13 minutos do segundo tempo, Judivan, aos 33 minutos de jogo (Cruzeiro)
Cartões: Léo, Digão (Cruzeiro); Judson, Douglas (Avaí)

CRUZEIRO: Fábio; Galhardo (Bryan), Léo, Digão e Diogo Barbosa (Judivan); Henrique, Romero, Robinho, Rafinha, Thiago Neves e Jonata (Élber).
Técnico: Mano Menezes.

AVAÍ: Douglas; Maicon, Alemão, Betão e João Paulo; Judson, Simião, Marquinhos (Caio César) e Pedro Castro (Luanzinho); Junior Dutra e Romulo (Maurinho).
Técnico: Claudinei Oliveira.