Apesar de revés, técnico exalta "entrega dos jogadores" contra o Flu

São Paulo, SP

22-11-2015 22:51:13

O Avaí tentou uma retranca contra o Fluminense na noite deste domingo, mas sem sucesso acabou derrotado por 3 a 1, em Cariacica, no Espírito Santo, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado recolocou a equipe catarinense na zona de rebaixamento, porém o técnico Raul Cabral ressaltou aspectos positivos em seus comandados que podem fazer a diferença a duas rodadas para o fim da competição.

O treinador elogiou a raça de seus jogadores diante do Tricolor carioca e garantiu que a mesma disposição será apresentada no próximo duelo, contra a Ponte Preta, no último jogo do Leão em casa na Série A – encerra o campeonato enfrentando o Corinthians, em São Paulo.

“Uma situação que não podemos falar é de entrega dos jogadores. Eles fizeram o máximo, e vamos fazer o que pudermos, vamos dar o máximo também, continuar trabalhando, estudar a Ponte e estudar qual a melhor maneira de enfrentá-los”, declarou Raul em entrevista coletiva após a derrota.

Cabral, no entanto, também explicou o que deu errado na estratégia traçada para surpreender o Fluminense. “Viemos com proposta de jogar no início de contra-ataque, tivemos uma bola no começo do jogo, que o Nino (Paraíba) atravessou e acabamos não fazendo gol. A marcação estava encaixada, o Fluminense tinha dificuldade de entrar, eles vinham pelos lados, com cruzamentos, e a gente conseguia bloquear, mas no escanteio acabamos tomando o gol. Terminamos o primeiro tempo com a mesma proposta, mas eu sabia que tinha que abrir mais no intervalo e jogar mais”, analisou.

“Coloquei o Camacho, um meia, e tirei um volante para ficar mais com a bola, conseguimos, criamos algumas oportunidades, mas não concluímos as jogadas. Aos 30, falhamos em uma bola que estava dominada (Pablo entregou para o rival), tomamos o segundo gol, e a equipe acabou desorganizando, tentando atacar de qualquer maneira. Então eles fizeram o terceiro e nós descontamos apenas no fim”, concluiu o técnico, que não poderá contar com o volante Renan e o meia Pablo contra a Ponte Preta, uma vez que ambos receberam o terceiro cartão amarelo e terão de cumprir suspensão.

Com 38 pontos, o Avaí é o 17º colocado, a primeira equipe dentro da zona de rebaixamento, com duas unidades a menos que Coritiba e Figueirense. O Leão volta a campo no próximo sábado, às 21 horas (de Brasília), em Florianópolis, para buscar a reabilitação diante da Macaca, pela 37ª rodada do Brasileiro.

Deixe seu comentário