Presidente do Atlético-MG aceita mandar jogos fora de Minas no Brasileirão

São Paulo, SP

05-07-2020 15:54:57

A CBF pretende iniciar o Campeonato Brasileiro no dia 9 de agosto, em concordância com a maioria dos clubes. Contudo, um dos termos desse planejamento é que, se a equipe estiver em uma cidade com restrições para eventos esportivos, seria obrigação da diretoria providenciar um outro local, mesmo que isso signifique um grande deslocamento. Para Sérgio Sette Câmara, presidente do Atlético-MG, não haveria problema em levar o time para uma outra cidade.

(Foto: Divulgação/Atlético-MG)

Em entrevista à Itatiaia, o mandatário do Alvinegro mineiro disse que todas as equipes "farão força" para que o Brasileirão ocorra conforme planejado. “Há a ideia de se começar o Brasileiro no dia 9 de agosto. Nós todos vamos fazer força para isso. Na semana passada, houve uma reunião entre os presidentes dos clubes e a CBF e isso ficou mais ou menos estabelecido”, disse Sette Câmara, que ainda espera, junto com a Federação Mineira de Futebol, que o Estadual volte no dia 26 de julho, esperando apenas a autorização do governo do estado.

Caso Belo Horizonte não esteja apta para receber as partidas do Brasileirão, o presidente do Galo afirmou que primeiro trabalha com a possibilidade de mandar os jogos em cidades próximas à capital mineira. Se Minas Gerais inteira estiver imprópria para eventos esportivos, ele concorda em levar o elenco para fora do estado, citando Brasília como uma possibilidade.

“Em qualquer situação, o Atlético joga onde for permitido, seja no Estadual ou no Campeonato Brasileiro. Vamos mandar os nossos jogos o mais próximo possível de Belo Horizonte, como Sete Lagoas, Ipatinga. Não sendo possível, aí vamos pensar em mandar jogos em Brasília ou em outro local", finalizou

Deixe seu comentário