Levir aposta em virada e fala em resgatar time ofensivo contra o Palmeiras

Do correspondente Marcellus Madureira - Belo Horizonte , MG
09/11/2018 17:59:22

Em: Atlético-MG, Bastidores, Brasileiro Série A, Campeonatos
Levir Culpi lamenta o momento ruim do Atlético (Foto: Bruno Cantini/Atlético()

O Palmeiras é o líder do Campeonato Brasileiro. O Atlético, por outro lado, ainda luta por uma vaga entre os times que vão para a Copa Libertadores. Em momento de crise, o Galo recebe o Verdão, na tarde deste domingo, no Independência, e o técnico Levir Culpi fala em virar o jogo para a equipe dar uma arrancada em busca de uma virada no segundo turno do torneio nacional.

“Aqui no Brasil a gente tem alguns pensamentos neste sentido. A gente acha que as coisas vêm por encanto, acha que vai contratar um jogador e ele vai chegar e fazer os gols, um técnico vai entrar e modificar. Nada comprova isso. Foi uma coincidência para mim, vir para o Atlético nessa condição. Temos um elenco bom para trabalhar. Estou conhecendo os atletas e preparando para a próxima temporada. Temos que ir atrás de resultado. Não ficamos longe de conseguir os resultados nos últimos jogos. Levamos um gol com dois minutos, não conseguimos reverter, mas o time jogou razoavelmente bem. Tenho plena confiança e acho que é plenamente possível acontecer uma virada já neste fim de ano”, destacou.

O Galo passou o mês de outubro sem vitórias. Além disso, a equipe fez apenas um gol. Agora o técnico Levir Culpi vai fazer mudanças para o time voltar a brilhar nos gramados.

“Tem que acontecer isso e vamos lutar para isso. Vou colocar um time para lutar, para vencer, um time ofensivo, como sempre foi o Atlético, chamando o torcedor e jogando com alegria procurando a vitória. Ninguém sabe qual vai ser o resultado. Qual a lógica para esse jogo? O Atlético joga em casa, precisando da vitória, e o Palmeiras está ótimo, quer ser campeão. A lógica é que tudo pode acontecer, qualquer resultado. O importante é que você demonstre o que está querendo. É isso que quero tirar do elenco. Quero mostrar ao torcedor que a gente entra em campo para vencer. Quando o torcedor ver que existe esse compromisso dos jogadores, normalmente eles saem aplaudidos de campo. Espero que isso aconteça no próximo jogo”, concluiu.