Desfigurado, Galo entra em campo neste sábado pelo Mineiro

Do correspondente Marcellus Madureira - Belo Horizonte , MG
09/02/2018 22:01:33

Em: Atlético-MG, Bastidores, Campeonato Mineiro, Campeonatos

O Atlético está desfigurado. Perdeu o treinador, está em troca de comando, e vive, nos bastidores, uma crise. Tudo isso por causa do técnico Oswaldo de Oliveira que partiu para agressão de um repórter – segundo o treinador por uma ofensa, algo que não foi comprovado. No meio de tudo isso, a Caldense aparece, para o duelo contra o Galo, no Independência, neste sábado, às 16h30 (de Brasília), pelo Campeonato Mineiro.

Ao contrário do que muitos pensam, o calvário do Galo começou com a demissão do técnico Levir Culpi, há muito tempo. De lá pra cá, foram várias trocas de comando e nenhum sucesso.

Galo terá mudanças para o duelo (Foto: Bruno Cantini/Atlético)

O último foi Oswaldo Oliveira. O treinador chegou em setembro de 2017 para corrigir um dos maiores erros da gestão Daniel Nepomuceno, que contratou Rogério Micale. O objetivo principal foi feito: não deixar que a agremiação se rebaixasse pela segunda vez para a segunda divisão. A segunda meta, de ir para a Copa Libertadores, no entanto, ficou pelo caminho.

Oswaldo, embora tenha tido um fim de ano comum, ganhou a oportunidade de sequência. A desculpa ficou no calendário, mas, a realidade, é que o time, após dias treinando, se mostrava sem conjunto, desorganizado em campo, e com um treinador descontrolado.

O técnico Oswaldo Oliveira partiu para a agressão. Segundo ele, o jornalista Leo Gomide, da Rádio Inconfidência, proferiu palavras “deselegantes”. No entanto, os áudios dos microfones de rádios que estavam abertos não capitaram nada além dos debates técnicos sobre futebol. No fim das contas, a clube disse que dois “colegas de imprensa” eram provas, ambos, porém, não tiveram seus nomes revelados.

Em campo, a missão de salvar o Atlético deste mar de lama que se meteu. Os jogadores terão o trabalho, além de vencer no Campeonato Mineiro para melhorar a condição na tabela, mudar a ideia de seus torcedores.

O Atlético está atualmente com oito pontos, na 3ª colocação e precisa vencer para encostar nos rivais Cruzeiro e América. Para o duelo, é provável que o técnico Thiago Larghi faça alterações: como Carlos César na direita, Iago Maidana e Felipe Santana, Adilson no meio e Cazares novamente de volta ao time titular.

Com cinco pontos, na 10ª colocação, a Caldense vive a expectativa de melhorar sua condição dentro do Campeonato Mineiro. Se vencer, encosta nos líderes.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO X CALDENSE

Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)
Data: 10 de fevereiro de 2018, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Ronei Candido Alves
Assistentes: Douglas Almeida Costa e Marcyano da Silva Vicente

ATLÉTICO – Victor; Carlos César, Iago Maidana, Felipe Santana e Fábio Santos; Adilson e Elias; Otero, Cazares e Erik; Ricardo Oliveira
Técnico: Thiago Larghi

CALDENSE – Omar; Feijão, Marcelo, Robinho e Jhonathan; Mineiro, Jean Henrique e Arílson (Marquinhos); Potita, Anderson Rosa e Willian (Neílson).
Técnico: Roberto Fonseca.