Com histórico recente de polêmicas, Roger Guedes tem situação "analisada"

Do correspondente Marcellus Madureira - Belo Horizonte,MG

12-04-2018 13:00:27

O atacante Roger Guedes não goza mais de prestígio com os comandantes do futebol atleticano. Em outros tempos titular absoluto, agora o atleta fica constantemente fora e no duelo dessa quarta-feira, contra o San Lorenzo, o avante ficou fora até do banco de reservas.

Na estreia do Galo na Copa Sul-Americana, contra o San Lorenzo, na Argentina, o jogador não ficou no banco de reservas. O lateral esquerdo Danilo também foi cortado.

"A gente está vendo internamente a situação do Róger Guedes, ele ainda é um jogador do grupo. Faz parte. Eu precisava deixar dois de fora porque só podemos usar 18 jogadores pela Conmebol. Tive que optar por ele e pelo Danilo", destacou o técnico Thiago Larghi.

Roger Guedes chegou ao Atlético e ganhou a titularidade rapidamente. No entanto, os últimos tempos foram recheados de polêmicas. Primeiro ao mostrar seu descontentamento ao ser substituído em uma partida do Campeonato Mineiro. Na ocasião, Larghi tratou o assunto com naturalidade.

Na última segunda-feira, Roger Guedes se envolveu em uma confusão com o argentino Tomás Andrade, durante os treinamentos na Cidade do Galo. Eles precisaram ser contidos pelos companheiros.

O diretor de futebol do Atlético, Alexandre Gallo, tratou com normalidade a atual situação de Guedes.

"Passou pelo time titular, como o Erik passou, Arouca também, e é uma opção do treinador. É importante as pessoas entenderem que um elenco fortalecido, não é só aquele atleta que vem e que joga, mas que faz os outros atletas que estão aqui jogarem. Nós estamos fazendo boas partidas. Hoje fizemos um segundo tempo melhor do que o primeiro. Apesar da derrota, a classificação está em aberto. É importante ter o elenco forte e nem sempre todos os atletas que você traz serão titulares", finalizou.

Deixe seu comentário