Elenco do Atleti "festeja" Real na final, mas evita falar em revanche

São Paulo, SP

05-05-2016 09:57:03

Segundo o jornal Mundo Deportivo, o vestiário do Atletico de Madrid festejou a classificação do rival Real Madrid para a final da Liga dos Campeões. Apesar da preferência, o técnico Diego Simeone pediu aos jogadores para evitarem as polêmicas e banir a palavra “revanche” do vocabulário colchonero.

“Não penso em revanche contra o Real. Eles escreveram sua história ali e nós os parabenizamos. Agora somos nós que temos vontade de escrever a nossa própria página na história”, discursou Gabi após a partida da semifinal contra o Bayern na Allianz Arena.

Enrique Cerezo também despistou para a possibilidade de “devolver” a derrota sofrida contra os rivais na final da Champions na temporada 2013/14. “Passamos por PSV, Barcelona e Bayern. Então que venha qualquer time”, pontuou. Fernando Torres, veterano atacante da equipe, também afirmou: “Queremos ser campeões, então não importa o rival. Nossa equipe está preparada para enfrentar qualquer outra. Que venha aquele que merece mais”, completou.

Desde a final na Suíça, o Atleti perdeu apenas um confronto para os rivais, no segundo jogo das quartas de final da Liga dos Campeões de 2014/15. Nos últimos 10 jogos, foram cinco vitórias colchoneras, incluindo dois triunfos no campo do rival - um deles na última partida pelo Campeonato Espanhol - e uma larga vitória por 4 a 0 no Vicente Calderón pela última edição da La Liga.

Mesmo com o clima dentro do elenco, a direção do Atletico não gostou do rival para a partida decisiva da Champions. Pelo medo de reeditar a final de 2013/14 e voltar a perder para o maior rival e pela questão de ingressos. Em caso de partida contra o City, os colchoneros provavelmente teriam superioridade na venda de entradas, enquanto, contra os rivais, essa questão deverá ser mais complicada.

Deixe seu comentário