Furacão vai buscar vaga na fase de grupos diante do Deportivo Capiatá

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes - Curitiba,PR

22-02-2017 10:05:26

Vivendo uma semana recheada de polêmicas, o Atlético Paranaense tenta voltar seu foco para a Libertadores da América, pela qual, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), tem uma partida decisiva diante do Deportivo Capiatá, no estádio Erico Galeano Segovia, em Capiatá, no Paraguai. No jogo de ida o placar foi de 3 a 3, na Arena da Baixada, que dá ao time da casa a vantagem de poder empatar em até 2 a 2 para ficar com a vaga na fase de grupos.

Em Curitiba, a defesa atleticana não esteve em uma de suas melhores noite, falhando nos três gols paraguaios e complicando a missão da equipe brasileira. O técnico Paulo Autuori, entretanto, gostou da produção do ataque, que terá que funcionar, já que apenas uma vitória ou um empate com muitos gols dará a classificação.

O Furacão vai à campo com força máxima, com apenas uma dúvida no meio-campo. Carlos Alberto, que ficou de fora o jogo de ida, se recuperou de lesão e pode retomar seu lugar no time. Neste caso, Felipe Gedoz, que marcou dois gols de bola parada na Arena, ou Lucho Gonzalez, alvo de críticas, mas que tem o respaldo do treinador, poderiam perder o lugar caso não haja uma mudança tática. Na zaga, Thiago Heleno novamente está à disposição e mostra confiança para voltar ao país com a vaga na bagagem.

“Acredito muito na nossa equipe. Demonstramos diversas vezes que crescemos nos momentos difíceis. Se nos classificarmos, entraremos muito fortes na fase de grupos”, afirmou o defensor rubro-negro, que não acredita em um adversário mais fechado do que na primeira partida. “Creio que eles jogarão da mesma forma. O time deles tem qualidade, mas temos que nos preocupar com a forma que vamos entrar. Temos que estar concentrados, focados e fazer o que o Paulo Autuori nos tem pedido”, emendou.

O Deportivo Capiatá, equipe até então desconhecida, tem chamado a atenção nesta fase preliminar da Libertadores, especialmente por sua classificação heroica na segunda fase. Com jogadores experientes, o técnico Gavilán conseguiu montar um time competitivo que promete dar trabalho, usando a experiência e catimba que foram fundamentais para a conquista do empate na capital paranaense. Para a partida, o desfalque será Paredes, expulso no jogo de ida.

FICHA TÉCNICA
DEPORTIVO CAPIATÁ X ATLÉTICO PARANAENSE

Local: Estádio Erico Galeano Segovia, em Capiatá, no Paraguai
Data: 22 de fevereiro de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Nestor Pitana (Argentina)
Assistentes: Gustavo Rossi e Diego Bonfa (ambos da Argentina)

DEPORTIVO CAPIATÁ: Bernardo Medina; Carlos Bonet, Perez, Ramón Ortigoza, Néstor González; Gustavo Noguera, Eduardo Ledesma; Alexis González, David Mendieta); Julio Irrazabal, Roberto Gamarra.
Técnico: Diego Gavilán

ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Thiago Heleno, Paulo André e Sidcley; Otávio, Lucho González (Carlos Alberto) e Felipe Gedoz; Nikão, Pablo e Grafite
Técnico: Paulo Autuori

Deixe seu comentário