Autuori: "Tem que levantar, sacudir e dar a volta por cima"

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes - Curitiba,PR

16-02-2017 00:20:55

Em um jogo com muitas alternativas, gols e viradas, o Atlético Paranaense ficou no empate em 3 a 3 diante do Deportivo Capiatá, na Arena da Baixada, pela terceira fase da pré-Libertadores da América, e terá que buscar uma vitória no Paraguai, na próxima quarta-feira. O técnico Paulo Autuori acredita que a melhor defesa do Campeonato Brasileiro 2016 não esteve em uma noite normal e os erros custaram caro ao time.

“Não tem que lamentar nada. Tivemos nossos erros e não devemos transferir nossos erros para outro. Erramos onde não costumamos errar. Defensivamente não estávamos no nosso nível. Essa é a razão. Falhar em situações como essa não é fácil, o gol vale muito nessa fase. Tomar três gols não sei o que é há muito tempo”, disse o treinador, que agora quer focar na reação no Paraguai. “Vamos em frente. Vamos confiante que temos condições de rever isso e fazer um jogo que nos dê a vitória”, projetou.

O comandante rubro-negro minimizou a catimba do time paraguaio, que em alguns momentos chegou a irritar os atleticanos e a própria arbitragem, amas alerta que isso faz parte do jogo deles e o Furacão precisa saber lidar com essas situações. “Sabemos como eles jogam, a catimba, simulando cotovelada. É normal. É do jogo Temos que responder com futebol. E com manha no momento que tiver que ter”, avaliou.

Autuori mostrou tranquilidade em relação ao aspecto psicológico do grupo e garante que, mesmo com as dificuldades, ainda dá para reverter. “Temos uma equipe que sabe reagir, já demonstrou isso em outros momentos. Não podemos nos abater de maneira nenhuma. Quando nós erramos não tem que lamentar nada. Tem que levantar, sacudir e dar a volta por cima. Eu já estou bastante tempo nisso e sei que futebol acontece isso. Tem tempo para recuperar. Jogo complicado, difícil”, concluiu.

Deixe seu comentário