Com arbitragem polêmica, Arsenal bate o Burnley

São Paulo, SP

22-01-2017 14:31:23

Jogando no Emirates Stadium, o Arsenal venceu o Burnley por 2 a 1, neste domingo, em jogo válido pela 22ª rodada do Campeonato Inglês. A partida foi marcada por uma arbitragem polêmica, que conseguiu desagradar os dois times.

Os Gunners foram os donos da primeira etapa e, além de ter 72% de posse de bola, eles finalizaram 14 vezes. O grande problema foi a precisão, apenas três chutes no gol, o mesmo número do que o Burnley.

Logo no início da partida os mandantes assustaram. Os comandados de Arsene Wenger recuperaram a bola após chutão e Alex Sanchez puxou a jogada pela direita e cruzou. Giroud cabeceou mal e o zagueiro Ward afastou o perigo.

Minutos depois, os visitantes fizeram a torcida da casa prender a respiração. Os Clarets trabalharam bem a bola e Lowton fez um cruzamento na diagonal em direção ao gol. A bola ia em direção ao atacante Barnes, que possivelmente marcaria o gol, mas o goleiro Petr Cech se adiantou e impediu a finalização.

O Arsenal manteve o ritmo na segunda etapa e foi recompensado. Aos 15 minutos da segunda etapa, Ozil bateu o escanteio pelo lado direito e o zagueiro Mustafi pulou bem no meio da grande área e cabeceou no lado esquerdo do gol sem chances para o goleiro Heaton.

Antes do gol o time londrino reclamou de uma penalidade. Mustafi estava correndo para fora da área e Gray derrubou o zagueiro do Arsenal. O juiz não deu bola para o lance e mandou o jogo seguir.

Cinco minutos depois, os Gunners ficaram com um jogador a menos. Xhaka errou o passe no meio do campo e ia dando um contra-ataque que poderia ser letal. Para tentar parar a jogada, o meio-campista suíço deu uma entrada forte em Defour e recebeu o cartão vermelho.

Apesar da superioridade numérica, o Burnley não estava criando boas chances e estava abusando das bolas lançadas na área, entretanto Coquelin fez uma penalidade. Andre Gray bateu no meio do gol e Cech tocou a mão na bola, mas ela entrou. O placar era de 1 a 1 aos 48 minutos da segunda etapa.

O Arsenal foi para o abafa e conseguiu um pênalti a seu favor. No cruzamento para a área, Mae acertou o rosto do zagueiro Koscielny, que estava em posição de impedimento. O chileno Alexis Sanchez foi o responsável pela cobrança e converteu, aos 52 minutos, com uma cavadinha no meio do gol.

Com resultado, os Gunners assumiram a segunda colocação e foram a 47 pontos, cinco a menos que o líder Chelsea, que tem um jogo a menos. Já o Burnley permaneceu com 26 pontos e fica na 13ª posição.

Com Vardy vaiado, Leicester é goleado pelo Southampton

Jogando fora de casa, o Leicester perdeu para o Southampton por 3 a 0, neste domingo, em jogo válido pela 22ª rodada do Campeonato Inglês. Com o resultado, o time comandado por Claudio Ranieri continua sem vencer como visitante no campeonato e os mandantes encerram uma sequência de quatro derrotas consecutivas.

A partida foi dominada pelos Saints, que abriram o placar aos 26 minutos do primeiro tempo. Em uma jogada pela lateral direita, Cedric cruzou para a entrada da área e Ward-Prowse estava livre para chutar e marcar um belo gol.

No final da primeira etapa, Jay Rodriguez ampliou o placar. Após cobrança de falta, a bola ficou viva perto da pequena área e nenhum defensor foi na bola. O atacante do Southampton foi tranquilo e conseguiu bater o goleiro.

O terceiro gol foi marcado em uma cobrança de pênalti no apagar das luzes. O zagueiro Wes Morgan derrubou Long, que vinha livre pelo lado direito em direção ao gol, e o juiz marcou a penalidade. Tadic converteu a cobrança e fechou o placar.

A derrota fez o Leicester permanecer na 15ª posição da tabela com 21 pontos, seis a mais do que o primeiro na zona de rebaixamento. Caso o Hull City vença o Chelsea, a diferença pode cair para três pontos. Já o Southampton chegou aos 27 pontos e subiu algumas posições no meio da tabela.

Deixe seu comentário