Atacantes resolvem, e Argentina volta a vencer México em amistoso

São Paulo, SP

20-11-2018 23:57:58

Em amistoso disputado na noite desta terça-feira, a Argentina encerrou a temporada de 2018 com vitória. Atuando em Mendoza, o time alviceleste jogou para o gasto e derrotou o México por 2 a 0, com gols de Mauro Icardi e Paulo Dybala, astros de Inter de Milão e Juventus, respectivamente.

Técnico interino da Argentina, Lionel Scaloni tem dado chances à nova geração de jogadores em meio à reformulação da equipe, que se prepara para a Copa América de 2019. Nesta noite, por exemplo, ele fez várias mudanças em relação ao time que venceu o mesmo México, na última sexta-feira.

Neste último compromisso do ano, o ataque argentino foi formado por Erik Lamela e Rodrigo de Paul, além de Icardi, que anotou seu primeiro gol em oito partidas pela seleção. O craque Lionel Messi não estava disponível, uma vez que ainda não se decidiu sobre sua aposentadoria da equipe. Na zaga, Walter Kannemann, do Grêmio, foi titular e atuou durante os 90 minutos.

Já o México, dirigido interinamente pelo brasileiro Ricardo Ferreti, amargou sua quinta derrota em seis jogos após a Copa do Mundo. O argentino Gerardo Martino, que atualmente treina o Atlanta United-EUA, é o mais cotado para assumir o cargo em 2019.

Paulo Dybala deu números finais no amistoso contra o México (Foto: Andres Larrovere /AFP)

O Jogo -  A Argentina precisou de apenas um minuto para abrir o placar. Após lançamento do goleiro Rulli, a bola sobrou para Icardi, que tabelou com Lamela e invadiu a área. Com estilo, o atacante cortou para o meio, deixou dois marcadores para trás e bateu colocado, deslocando Corona.

Com Kannemann dando segurança atrás, os donos da casa continuaram superiores na partida, levando perigo sobretudo com Icardi e Lamela. O México, por sua vez, criou pouco e não ameaçou a meta do goleiro Rulli, apesar de ter maior posse de bola no primeiro tempo.

Diante da inofensividade de sua equipe, Ricardo Ferreti fez quatro alterações na volta do intervalo, enquanto Scaloni preferiu mexer durante a etapa complementar. Apesar das mudanças, o futebol não melhorou no Estádio Malvinas Argentinas.

Tanto que o time mandante só foi chutar a gol aos 19 minutos, mas Lo Celso isolou por cima. Pouco depois, o México enfim assustou: após cruzamento da direita, Gallardo apareceu na segunda trave para testar e obrigar o goleiro Gazzaniga a praticar grande defesa.

Substituindo Icardi, Dybala deu números finais à partida. Aos 41 minutos, em rápido contra-ataque puxado por Giovanni Simeone, o atacante da Juventus recebeu livre e tocou na saída do goleiro Corona, garantindo o triunfo à Argentina em seu derradeiro compromisso no ano.

Deixe seu comentário