Joachim Low projeta jogo contra Itália e não descarta mudanças no time

São Paulo, SP

28-06-2016 20:45:34

Em entrevista ao site da Federação Alemã de Futebol, técnico comenta atuação de jogadores (Foto: Marvin Guengoe/GES)
Em entrevista ao site da Federação Alemã de Futebol, técnico comenta atuação de jogadores (Foto: Marvin Guengoe/GES)

Enquanto a seleção alemã aproveitava a folga, para se recuperar do forte desempenho na vitória por 3 a 0 sobre a Eslováquia, o técnico Joachim Low já estava planejando o confronto das quartas de final contra a Itália, no próximo sábado, às 16h, no Estádio Bordeaux. O treinador admite a possibilidade de fazer algumas alterações na equipe, mas não revela quais mudanças.

“Sempre pode haver mudanças. É importante para manter a flexibilidade e estarmos aptos a qualquer necessidade de ajuste”, declarou. Sem grandes problemas com departamento médico, Low elogiou os profissionais do setor e arriscou dizer que, se não fosse o trabalho deles, Boateng não teria jogado tão bem contra a Eslováquia.

“Houve apenas alguns pequenos golpes que tivemos de lidar nos últimos dias, que afetaram o desempenho de Khedira, Hummels e Draxler. No entanto, não é nada grave. Klaus Eder e o Dr. Muller-Wohlfart estão fazendo um trabalho incrível. São uma equipe muito eficiente e que funciona bem todos os dias, tenho total confiança. É inacreditável o que fazem”, avaliou o treinador alemão.

Apesar de ainda não ter marcado gols, Low não se limitou com os agrados a Thomas Muller. De acordo com o treinador, o jogador é um vencedor e não importa o que faça, sempre busca a vitória. “Ele tem melhorado continuamente desde 2010 e está apenas passando por uma fase em que não está marcando. Estou, no entanto, muito feliz com ele, porque ele está causando um certo desconforto em nosso adversário, por ser um jogador de muita velocidade. O que ele faz é valioso para a nossa equipe. Thomas funciona incrivelmente bem no defensivo, domina a bola rapidamente e isso também é uma qualidade a ser destacada”, disse.

Sobre o papel do capitão Bastian Schweinsteiger, Joachim revela sua influência e conta sobre a proximidade do jogador com os atletas mais novos. “Atualmente, ele tem falado muito com Gotze, para ajudá-lo a melhorar. Basti é muito intuitivo e valioso, é um importante jogador”, afirmou.

O técnico também diz que irá explorar os conhecimentos de Khedira sobre a seleção italiana, já que o jogador atua pela Juventus. “Ele obviamente sabe quais são os melhores, e por isso eu estarei sempre o consultando. Khedira realiza trabalhos muito importantes para o grupo e tem muita qualidade. Tenho a sensação de que vai nos dar ainda mais dinâmica, nesta partida”, refletiu.

 

Deixe seu comentário