Gazeta Esportiva

Piloto que acionou o freio do rival decide se aposentar das corridas

São Paulo, SP

11/09/18 | 12:28 - 11/09/18 | 12:55

 

Fenati decidi pela aposentadoria após enxurrada de críticas (Foto: ANDREAS SOLARO / AFP)

As enxurradas de críticas que vem recebendo desde que acionou o freio do seu adversário durante uma corrida da Moto 2 devem fazer com que Romano Fenati abandone a carreira de piloto de moto. Nesta terça-feira o italiano concedeu uma entrevista a um jornal local e voltou a pedir desculpas pelo seu ato.

"Acabou o Mundial. Nunca mais vou voltar a pilotar. Já não é mais meu mundo. Errei, é verdade, peço desculpas para todos", afirmou ao jornal La Repubblica.

Romano Fenati acionou o freio do seu compatriota, Stefano Manzi, durante a última etapa da Moto 2, o Grande Prêmio de San Marino. A ação do piloto lhe rendeu uma série de sanções, entre elas a demissão de sua equipe e a anulação do contrato com a sua nova escuderia que começaria a ser válido para a próxima temporada.

https://twitter.com/MotoGP/status/1038748128940314624?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1038748128940314624&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.gazetaesportiva.com%2Fmotor%2Fpiloto-que-acionou-freio-da-moto-do-rival-e-demitido-por-equipe%2F

Apesar de admitir o erro, o piloto relembra que no momento estava muito irritado com o rival, que já havia atacado Fenati em três tentativas durante a corrida.

“Quer ver meu macacão? Tem uma enorme faixa preta, por causa do pneu de Manzi. Ele me atacou três vezes e também poderia ter me matado, como ele disse. A última vez que fez que ele tentou foi 500 metros antes, então pensei que faria o mesmo para mostrar que posso ser ‘mau’ e mostrar para ele o que isso significa. Mas nunca pensei em machucá-lo, juro”, completou o ex-piloto, que afirmou que agora trabalhará na empresa do avô.

Deixe seu comentário