Peru desiste de sediar o Dakar 2016 por conta de fenômeno El Niño

São Paulo, SP

24-08-2015 20:02:34

O Peru não sediará mais o Rally Dakar 2016. Segundo o Ministério de Comércio Exterior e Turismo (Mincetur) do país sul-americano explicou em nota oficial nesta segunda-feira, o motivo para a desistência de albergar a competição é o fenômeno natural El Niño, que costuma provocar chuvas intensas no litoral devido ao aquecimento incomum do mar, além de causar secas nas regiões de serra.

“O Ministério de Comércio Exterior e Turismo comunica à opinião pública que, em vista do impacto que o fenômeno El Niño pode ter em distintas zonas do país e em previsão aos efeitos sobre a população como consequência do mesmo, foi decidido pelo cancelamento dos eventos automobilísticos Dakar Series 2015 e Rally Dakar 2016”, diz a nota do Mincetur.

Com a medida, o governo peruano pretende utilizar o montante reservado para a organização da competição no combate aos problemas causados pelo El Niño. O Chile também desistiu do evento, buscando inverter o dinheiro para ajudar as cidades do norte do país que sofreram com fortes tempestades.

Agora, a organização do Rally Dakar 2016 busca construir uma nova rota entre a Argentina e a Bolívia: “Estamos trabalhando na construção de um trajeto alternativo que apresente as melhores condições de segurança e de atrativo esportivo nos países que sediarão a prova”.

O Dakar está planejado para começar no dia 3 de janeiro de 2016. Em sua rota original, os pilotos sairiam da capital peruana, Lima, e chegariam em Rosário, na Argentina, no dia 16 do mesmo mês.

Deixe seu comentário