Gazeta Esportiva

Márquez sofre queda, mas bate próprio recorde e conquista pole em Aragão

São Paulo, SP

26/09/15 | 11:49 - 26/09/15 | 11:54

Márquez caiu no fim do classificatório em Aragão, mas manteve a ponta (foto: Divulgação/MotoGP)
Márquez caiu no fim do classificatório em Aragão, mas manteve a ponta (foto: Divulgação/MotoGP)

O espanhol Marc Márquez vai largar na posição de honra no Grande Prêmio de Aragão de Motovelocidade. Diante da torcida, o jovem bicampeão bateu o vice-líder Jorge Lorenzo, e apesar de uma queda no fim do treino classificatório, conquistou a pole e registrou o giro mais rápido da história do circuito, com 1min46s635, 0,7 décimos mais rápido que a marca estabelecida por ele próprio em 2014.

Márquez e Lorenzo trocaram a liderança várias vezes durante os 15 minutos finais, mas o garoto de 22 anos tomou a dianteira. A menor de um minuto para o fim, o piloto da Honda caiu na pista, mas manteve a ponteira. Ele abrirá a fila de carros pela terceira vez consecutiva na Espanha, e pela sétima na temporada. O piloto da Yamaha, por sua vez, terminou em segundo, 0s108 mais lento que Márquez.

 

"Ainda não tinha dado 100% e sabia que podia melhorar o tempo da minha volta mais rápida. Mas fui demasiado rápido e foi uma grande surpresa. Mas depois, com o segundo pneu, acabei cometendo alguns erros. Esse tipo de coisa (a queda) pode acontecer nos treinos. Estou contente com a pole, mas peço desculpas à equipe, que agora vai ter de reparar a moto”, afirmou o espanhol.

Já o italiano Andrea Iannone (Ducati), completou a primeira fila pela quarta vez no ano, com tempo de 1min47s178. O local Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech3) conseguiu superar Dani Pedrosa (Honda) e terminou a sessão a 0s699 da pole. Líder da temporada, o italiano Valentino Rossi não teve um bom desempenho, repetiu o resultado do quarto treino livre e vai largar em sexto, com tempo de 1min47s492, quase um segundo mais lento que Márquez.

Abrindo a terceira fila, Aleix Espargaró (Suzuki) obteve uma vantagem de um milésimo sobre o britânico Cal Crutchlow (LCR Honda), e ficou a 0s938 do jovem espanhol. O italiano Danilo Petrucci (Octo Pramac Racing) foi o mais rápido da Q1, mas foi superado pelos líderes e precisou se contentar com o nono lugar, a 1s140 do primeiro colocado.

Por fim, o britânico Bradley Smith chegou à linha final com boa vantagem sobre o colombiano Yonny Hernández (Octo Pramac Racing), 11º colocado. O espanhol Maverick Viñales (Suzuki) completou o grid de largada a mais de dois segundos da pole, com giro de 1min48s648.

Os pilotos voltam à pista no domingo de manhã para a disputa do MotoGP de Aragão, válido pela 14ª etapa da temporada. A bandeirada inicial será às 9h (de Brasília).

 

Deixe seu comentário