Fórmula Vee registra chegada mais apertada de sua história: confira!

São Paulo, SP

22-04-2019 19:58:00

No último sábado, a Fórmula Vee registrou a chegada mais apertada de seus 52 anos de história no Brasil. Em corrida no Circuito de Interlagos, em São Paulo, Ricardo Cury venceu João Pedro Maia por apenas 12 centímetros, com diferença de quatro milésimos de segundo (0s004).

A marca supera o antigo recorde por um milésimo. Antes deste sábado, a chegada mais apertada da Fórmula Vee havia sido em 2017, quando Cristiano Denardi veneu por cinco milésimos de segundo, também em Interlagos.

Além disso, a marca é a sexta menor da história do automobilismo. Segundo o livro dos recordes do Guinness, menor diferença entre vencedor e segundo colocado já registrada foi de 0s0005, na Indy Pro Series.

A chegada mais apertada da Fórmula 1 foi em vitória de Rubens Barrichello. O brasileiro venceu o Grande Prêmio dos Estados Unidos de 2002, em Indianápolis, com apenas 11 décimos de segundo (0s011) de vantagem sobre Michael Schumacher, seu companheiro de Ferrari.

Chegadas mais apertadas da história do esporte a motor

1) 0s0005, Logan Gomez (EUA), Joliet (EUA), Indy Pro Series, 2007

2) 0s0024, DeanStoneman (GBR), Indianápolis (EUA), Indy Lights, 2016

3) 0s0026, Peter Dempsey (IRL), em Indianápolis (EUA), Indy Lights, 2013

4) 0s0026, Ricky Craven (EUA), Carolina (EUA), Nascar, 2003

5) 0s0033, Hélio Castroneves (BRA), Joliet (EUA), Indy, 2008

6) 0s004, Ricardo Cury (BRA), Interlagos (BRA), Fórmula Vee, 2019

7) 0s005, Cristiano Denardi (BRA), Interlagos (BRA), Fórmula Vee, 2017

8) 0s006, Keven Harvick (EUA), Atlanta (EUA), Nascar, 2001

9) 0s008, Augusto Santin (BRA), Interlagos (BRA), Fórmula Vee, 2018

10) 0s010, Denny Hamlin (EUA), Daytona (EUA), Nascar, 2016

11) 0s011, Rubens Barrichello (BRA), Indianápolis (EUA), Fórmula 1, 2002

12) 0s014, Ayrton Senna (BRA), Jerez (ESP), Fórmula 1, 1986

Deixe seu comentário