Verstappen destaca estratégia em vitória na Hungria

AFP - São Paulo,SP

31/07/22 | 23:45 - 31/07/22 | 23:27

O holandês Max Verstappen (Red Bull), líder do Mundial de Fórmula 1, venceu neste domingo o GP da Hungria, 13ª etapa do campeonato, e com isso aumentou a distância na classificação em relação a Charles Leclerc (Ferrari), que terminou em sexto.

Verstappen, que largou do 10º lugar, foi ganhando posições aos poucos e conseguiu ultrapassar as Mercedes dos britânicos Lewis Hamilton (2º) e de George Russell (3º) que havia largado da pole position pela primeira vez em sua carreira.


"Esperava chegar mais perto do pódio, mas tínhamos uma estratégia muito boa, fomos muito reativos. Mesmo apesar do giro (ele perdeu o controle de seu carro sem consequências) vencemos a corrida", disse o vencedor após a prova.

O monegasco Leclerc foi vítima de um erro estratégico ligado aos pneus e depois do seu sexto lugar está 80 pontos atrás de Verstappen na classificação geral.

Pouco depois da metade da corrida, o atual campeão, que estava com pneus intermediários, aproveitou os pneus duros de Leclerc para ultrapassá-lo e assumir a liderança da corrida. O monegasco teve que passar pelos boxes novamente para colocar pneus macios, o que permitiu que ele fosse ultrapassado por mais pilotos.

A outra Ferrari do espanhol Carlos Sainz terminou em quarto lugar apesar de largar da segunda posição. O mexicano Sergio Pérez (Red Bull) ficou em quinto.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por FORMULA 1® (@f1)

Atrás de Leclerc ficaram o britânico Lando Norris (McLaren) em sétimo lugar, seguido pelas Alpines de Fernando Alonso (8º) e Esteban Ocon (9º), este último vencedor no ano passado no circuito húngaro.

O alemão Sebastian Vettel, que anunciou esta semana a sua aposentadoria no final desta temporada, completou o 'Top 10'.

O ponto para a volta mais rápida da corrida foi para o britânico Lewis Hamilton.

Deixe seu comentário