Red Bull confirma uso do sexto motor e pilotos serão punidos na Itália

São Paulo, SP

02-09-2015 12:36:31

Daniel Ricciardo e Daniil Kvyat largarão da parte de trás do grid de largada para o GP da Itália de Fórmula 1. Os dois pilotos serão punidos com a perda de dez posições por conta da utilização do sexto motor Renault em ambos os carros da Red Bull neste final de semana em Monza.

O chefe da equipe austríaca, Christian Horner, sugeriu após a corrida da Bélgica, há 11 dias, que “era mais provável” ambos os bólidos da Red Bull exigirem um sexto motor diante da viagem da F1 à Itália, onde a pista requer muita potência dos carros.

Em uma entrevista ao site britânico Autosport, Horner confirmou que Ricciardo e Kvyat largarão dez posições abaixo daquelas conquistadas no treino qualificatório em Monza, porque será a primeira vez que a Red Bull utilizará um sexto motor na atual temporada, cumprindo o regulamento da competição.

“Nós vamos tomar uma punição neste final de semana com ambos os carros, os quais utilizarão a sexta unidade de energia. Estamos sem quilometragem com as unidades que temos e precisamos fazer o que podemos com o que temos até o fim do ano”, revelou o britânico.

“Nós decidimos fazer isso taticamente em Monza, porque é uma pista onde você acelera em 75% dela, então é claro que não vai ser o nosso circuito mais forte do ano”, explicou Horner.

Os motores Renault já causaram muitas reclamações por parte da equipe austríaca neste ano. Com contrato até 2016, a Red Bull garantiu honrar o acordo e negou as especulações de que a Mercedes seria a nova fornecedora. Após 11 corridas, Ricciardo e Kvyat só subiram ao pódio uma vez, ambos no GP da Hungria, com o russo em segundo e o australiano em terceiro lugar.

Deixe seu comentário