Novo contratado da McLaren, Capito diz que não deixa Volks tão cedo

São Paulo, SP

20-01-2016 11:01:11

Após o anúncio da contratação de Jost Capito para ser chefe executivo da McLaren em 2016, o grande responsável pelo sucesso da equipe Volkswagen nos últimos Mundiais de Rali declarou que não irá abandonar seu cargo na categoria até encontrar um nome de confiança para substituí-lo.

“Nós queríamos fazer o anúncio, para encerrar as especulações, então nós conseguimos parar com os rumores e coisas do tipo. Agora, o processo começou para tentar encontrar alguém para me substituir. Eu não sei quando tempo isso vai levar, mas até isso ser feito e eu estiver feliz com a escolha, não irei largar o cargo. Estarei aqui (na Volkswagen) para Monte Carlo, estarei aqui para os próximos três ou quatro ralis, pode ser mais. Não sei”, disse Capito em entrevista ao Autosport.

Sob o comando de Capito a Volkswagen conquistou a hegemonia no mundo do Rali e conquistou os últimos três campeonatos mundiais da categoria. No entanto, o principal nome da equipe admitiu que não pode permanecer para sempre e comparou a relação com a montadora alemã com a criação dos filhos.

“É como as crianças. Você as cria e em algum momento elas devem deixar sua casa e começar a caminhar com as próprias pernas. Como pai, você quer ter a certeza de que as crianças estão bem preparadas para o que está por vir e é isso que quero fazer com a Volkswagen”, comentou.

Apesar de valorizar o trabalho executado na Volkswagen e revelar que não irá sair do mundo do rali até encontrar alguém que tenha certeza que irá o substituir à altura, Jost Capito exaltou a McLaren, onde terá a missão de repetir a ótima gestão que executou com os alemães.

“Qualquer um que trabalha na indústria automobilística sabe que a McLaren e Ferrari possuem uma grande história na Fórmula 1 e a chance de poder trabalhar com a McLaren é algo que não se pode dizer não. Para as pessoas que vivem em nosso mundo seria impossível dizer isso. A McLaren merece estar em uma posição melhor do que está no atual momento”, finalizou.

Essa será sua terceira passagem pela Fórmula 1. Antes, Jost Capito chefiou o departamento de operações da Sauber e contribuiu com a Ford, que forneceu motores para a antiga equipe Jordan nos anos 2000.

Deixe seu comentário