Massa mostra receio com possibilidade do Rio de Janeiro sediar F1

São Paulo , SP
24/05/2019 11:19:05

Em: Fórmula 1, Motor

O anúncio do presidente da República, Jair Bolsonaro, revelando a intenção de construir um novo autódromo no Rio de Janeiro, a fim de tornar a cidade maravilhosa como sede brasileira na Fórmula 1, pegou muitos de surpresa. Um destes é o piloto Felipe Massa, que não esconde o receio com relação ao projeto inicial proposto pelo político.

“Antes de tudo, quando ouvi pela primeira vez foi muito estranho. Eu disse que isso nunca iria acontecer. 2020, construindo a pista em oito meses, até um ano. Você não pode dizer que é impossível, mas é quase impossível. Eu fiquei realmente surpreso”, disse, em entrevista ao Motorsport Week.

Na visão do ex-piloto da F1, atualmente na Fórmula E, o prazo estipulado por Bolsonaro seria insuficiente para a conclusão das obras. Ademais, Massa também quer se certificar de que o dinheiro investido será proveniente do âmbito privado, e não público.

“Se pensarmos em 2021, pode ser possível. A única coisa é que precisamos entender quem está colocando o dinheiro, porque precisa ser dinheiro privado e não do governo”, afirmou. “Há tantas coisas que você precisa fazer no Rio, como melhorar a cidade. Isso é mais importante do que colocar dinheiro na pista”, completou.

Outro fator que despertou a desconfiança de Felipe Massa foi o local escolhido para a construção do autódromo. A região de Deodoro, na zona oeste da capital carioca, não agradou muito ao paulista.

“O que posso dizer é que dou boas-vindas ao Rio como uma cidade importante para se ter uma pista. Mas eu não gosto da área que eles vão construir a pista”, finalizou.