Mais esportes/Fórmula 1

Hamilton vence na França e chega à quinta vitória em oito etapas na temporada

São Paulo , SP
23/06/2019 11:47:53 — 23/06/2019 12:07:34

Em: Fórmula 1, Mais Esportes, Motor
Absoluto, Hamilton liderou do início ao fim o GP da França. É sua 79ª vitória na carreira (Foto: Boris Horvat/AFP)

Cinco vezes Hamilton em 2019. O piloto da Mercedes foi o vencedor do Grande Prêmio da França neste domingo, disputado no circuito de Paul Ricard. O inglês havia conseguido a pole position e batido o recorde de melhor tempo já registrado na pista no treino classificatório e, na corrida, conseguiu repetir o desempenho e conquistou a prova sem maiores sustos.

A Mercedes conseguiu emplacar a dobradinha, já que Bottas terminou a corrida na segunda colocação. Inclusive, o trio inicial do grid se manteve até o final, já que Leclerc não conseguiu ultrapassar nenhum dos adversários e terminou a prova na terceira colocação.

Vettel não fez bom treino classificatório e largou apenas na sétima colocação. Mesmo tendo ultrapassado dois adversários, o alemão não conseguiu chegar a seu objetivo, que era terminar no pódio. É a segunda vez que o piloto termina uma etapa em 2019 atrás de seu companheiro de equipe Leclerc.

Hamilton chegou à importante marca de cinco vitórias em apenas oito etapas na temporada. O inglês se isolou na liderança do Mundial de Pilotos, com 187 pontos. Na segunda colocação, Bottas não se aproximou do companheiro de equipe, porém não deixou que um adversário encostasse: foi a 151 pontos.

Do lado da Ferrari, Leclerc somou importantes 15 pontos e foi a 87, na quinta colocação. Enquanto isso, Vettel conquistou apenas 11 pontos (com a volta mais rápida), indo a 111, porém mantendo-se em terceiro na tabela. Verstappen, que terminou na quarta colocação, indo a 100 pontos, aproximando-se de Vettel na classificação geral.

A corrida – A largada foi dada e pouco se alterou em relação à formação do grid. Hamilton fez valer a pole e manteve-se na primeira colocação, seguido por Bottas, em segundo, e Leclerc, em terceiro. Vettel, que largou na sétima colocação e precisava fazer uma corrida de recuperação, precisou de sete voltas para ultrapassar os dois pilotos da McLaren e chegar à quinta posição.

Além de ter largado bem, Hamilton fez por diversas vezes a melhor volta da pista, mantendo-se tranquilo na primeira colocação. Bottas não deu espaço para Leclerc, que não conseguiu fazer uma parada rápida nos boxes e ficou ainda mais distante do finlandês.

A estratégia de Vettel foi manter-se na pista pelo maior tempo possível, aproveitando para tirar a desvantagem quando os pilotos à sua frente foram para os boxes. Mesmo assim, o alemão não conseguiu se aproximar de Verstappen, quarto colocado.

Na parte de baixo, a dupla da Williams permaneceu nas últimas posições até o fim. Giovinazzi, que largou em décimo, teve uma queda considerável e terminou na 17ª colocação. Enquanto isso, Stroll largou na 17ª posição, fez boa corrida de recuperação e terminou em 13º. Grosjean foi o único a abandonar a prova.

Com pneus duros depois das trocas nos boxes, pouco se alterou nas posições iniciais até o final. A disputa mais acirrada foi na busca pela volta mais rápida. Hamilton e Leclerc chegaram a marcar bons tempos, porém quem ficou com o melhor tempo foi Vettel, que trocou o pneu na última volta e conseguiu somar o ponto extra.