GP São Paulo de F1 deve ter recorde de público com 200 mil fãs em Interlagos

Redação - São Paulo,SP

09/08/22 | 20:12

Por Rodrigo França

O Brasil será sede de um GP de F1 pela 50a vez e, com cinco décadas de história, o público da corrida deve ser recorde, superando pela primeira vez em sua história a marca de 200.000 pessoas presentes nos três dias de evento.

“Será uma edição especial e com certeza vamos destacar toda esta história de cinco décadas no GP São Paulo deste ano”, disse Alan Adler, CEO do GP São Paulo de F1, em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva durante o anúncio de mais 2.000 ingressos disponíveis para o público na arquibancada Porto Seguro Bank, no final da Reta Oposta em Interlagos.

“É uma ótima notícia para o fã de F1 que ainda está sem ingresso e deseja garantir seu lugar na prova de 2022. Vale lembrar que o GP São Paulo de F1 foi a única pista da atual temporada a receber novamente a Sprint Race, ou seja, a corrida de sábado que define o grid da prova de domingo. Será um evento especial, novamente com duas provas na programação”, diz Alan.

De fato, Monza e Silverstone receberam as corridas de Sprint em 2021, mas, para esta temporada, tanto o circuito inglês quanto o italiano ficaram de fora. Interlagos foi o único que repetiu a dose, dando a chance para o brasileiro ver duas corridas no mesmo final de semana.

A prova em São Paulo também pode marcar a decisão do título mundial, já que Max Verstappen tem boa vantagem em relação ao segundo colocado, com 80 pontos de vantagem sobre Charles Leclerc, da Ferrari.

O problema é que, se o piloto da Red Bull seguir ampliando a vantagem, aí a prova paulistana, penúltima etapa da temporada, também poderia já ver o Mundial decidido em favor do holandês, caso ele abra a vantagem superior a 56 pontos após o GP anterior, no México.

O GP São Paulo de F1 será realizado no Autódromo de Interlagos no dia 13 de novembro.

Deixe seu comentário