"Falta "instinto assassino" para Bottas", afirma chefe da Mercedes

São Paulo, SP

15-11-2017 10:08:34

Perto de terminar a temporada da F1,  Valterri Bottas teve chance de ganhar o GP do Brasil realizado no último fim de semana ao ser o pole position da corrida. No entanto, o piloto perdeu a liderança logo na largada e para Toto Wolf, chefe da Mercedes, afirmou que Hamilton foi melhor do que o finlandês, mesmo com o atual campeão terminando atrás.

"Eu acho que Lewis todo o ano foi rock and roll, e Valtteri se recuperou devagar, mas ainda precisa do instinto assassino. Mas você não deve subestimar isso no tráfego contra "os Ferraris", foi muito difícil. Você pode ver isso no final, quando a Ferrari ligou o motor, não houve muita diferença entre os carros. Portanto, você não pode esperar ultrapassagens fáceis", afirmou o chefe da construtora vencedora em 2017.

Wolf ainda falou que ficou satisfeito com o resultado final e que a corrida foi decidida logo na largada, quando Bottas perdeu a liderança para Vettel.  "Valtteri teve uma corrida sólida. Ele perdeu na largada. Nosso desânimo foi um pequeno movimento de desespero porque não conseguimos chegar muito perto, e sabíamos que provavelmente faltava meio segundo - mas, no entanto, nós demos uma chance e o resultado foi conforme o esperado".

O ano terminou quase que perfeito para a Mercedes. A construtora já foi a campeã na disputada da temporada com 625 pontos e está com uma larga vantagem do segundo lugar, a Ferrari, que tem 495 pontos. Além disso, Hamilton foi mais uma vez o campeão enquanto que Bottas ainda apresentou algumas dificuldades no circuito, mas está na terceira colocação, atrás apenas do companheiro de equipe e de Sebastian Vettel.

Deixe seu comentário